Ombro a Ombro

ombro-a-ombro

 

Texto-Bíblico: 1 Samuel 18:1-5/ 2 Samuel 10:7-12

Você precisa de amigos DE VERDADE!

Todos nós enfrentamos as mais diversas lutas e adversidades e precisaremos de amigos que sejam instrumentos do Senhor em nossas vidas, bem como nós na deles.

Dou graças a Deus por ter amigos com quem posso contar e também dar ajuda e auxílio. Pois vivemos tempos em que se perdeu o valor de uma verdadeira amizade. Pois Lealdade e Fidelidade além  do casamento, também se aplica as boas amizades.

Tem uma frase que ouvi algumas vezes e que diz: “Sozinho você vai mais rápido, Acompanhado você vai mais longe”. O que expressa uma grande verdade, inclusive para a caminhada cristã. Pois somos chamados a fazer parte de um povo amado por Deus e a caminhar junto com esse povo, abençoando e sendo abençoados, ajudando e sendo ajudados. O Senhor cuida de todos nós que somos seus servos e, também o faz através da vida uns dos outros.

E por que meios ele faz isso? Pelos os meios da Graça. Quando Ele diz em Sua Palavra:

Orem uns pelos outros (Tiago 5:16) – Precisamos de oração, mas também orar uns pelos outros.

Aconselhai-vos mutuamente (Cl 3:16/Rm 15:14)  – Isso nos fala de compartilhar experiências, sabedoria e ter maturidade para ajudarmos os mais fracos ou mesmo quem precisa de ajuda e conselhos.

Edificai-vos uns aos outros (1 Tessalon.5:11) – Tudo o que for bom, verdadeiro e útil para o nosso crescimento deve ser compartilhado. Para juntos crescermos e amadurecermos em Cristo, em todas as áreas de nossas vidas.

Servi uns aos outros (Gálatas 5:13)  – Se o Nosso Senhor Jesus lavou os pés dos discípulos (João 13:1-20) e os serviu, quem somos nós para não o fazermos também? Como diria um amigo meu: “Quem não vive para servir, não servi para viver”.

Sejam bons e perdoem uns aos outros (Éfesios 4:32) – Todos nós pecamos e falhamos sempre enquanto estivermos com esse corpo e neste mundo caído. Mas porque fomos perdoados graciosamente por Deus, também podemos e devemos perdoar uns aos outros.

Admoestem uns aos outros (Hebreus 10:25/ 1 Tessalon.5:11) – Não devemos deixar que nossos irmãos sigam qualquer caminho que os leve para longe do Senhor e de sua Vontade para as nossas vidas. Por isso se faz necessário o uso da exortação, admoestação ou repreensão com mansidão e por amor aos nossos irmãos em Cristo.

Confessai-vos uns aos outros (Tiago 5:16) – Todos pecamos diariamente, e existem pecados graves e sérios em nossas vidas que precisaremos de ajuda externa para vencê-los. Temos como exemplo a pornografia, que se deixamos escondida em nossas vidas, ela cresce e ganha força. Mas se a trazemos para a Luz e confessamos, podemos apartir daí caminhar para a liberdade.

Não falem mal uns dos outros (Tiago 4:11; 5:9) – É comum vermos e sabermos de mulheres fofoqueiras, mas infelizmente homens também fofocam e quando o fazem expressam outros sentimentos também e que não vemos as mulheres expressando como nós. Ao falar mal dos outros, nossas palavras podem vir carregadas de ira. Raiva, amargura, ódio e desejo de vingança.

Amem uns ao outros  (1 João 4:12) – Esse é o 2º maior mandamento. Nós hoje podemos amar nosso próximo, porque o Senhor nos amou primeiro (João 3:16/ 1 João 3:16). Ele é a fonte do nosso amor, sendo nossas boas obras motivadas tão somente por esse amor.

Esses são alguns exemplos da mutualidade cristã que devemos ter e expressar uns aos outros. E isso tem especial valor para e nas nossas amizades. Bem como na nossa necessidade de amigos que nos ajudem na caminhada, assim como nós de ajudarmos os outros.

Recentemente, pude receber ajuda e auxílio de um amigo e irmão ao sempre tenho ajudado ele em suas dificuldades. Bem como ele, nas minhas. Pude confessar meus pecados e lutas e ouvir as dele também, e tivemos um longo tempo de conversa, conselhos um para o outro, admoestações e apoio em oração e um ajudar o outros ao longo da caminhada com Cristo.

Tenho outros amigos que tenho ajudado e sou auxiliado por eles também. Isso é a mutualidade cristã, ou seja, ombro a ombro. Um ajudando o outro, é assim que devemos e somos chamados a caminhar e a viver a nossa fé em Cristo e na Palavra de Deus.

E ai você tem ajudado alguém?

 

Versículos sobre a mutualidade cristã

https://conselhobiblico.com/2015/01/25/mutualidade-crista-versiculos-selecionados/

 

 

Em Cristo Jesus,

Filipe Paulo Christian

 

Anúncios

3 Coisas á Considerar em Um Aconselhamento

cinemaa

Texto-Bíblico: Provérbios 11:14

Todos precisamos de conselheiros e ter momentos de aconselhamento. Bem como também iremos ter oportunidades de aconselhar amigos, familiares e outras pessoas. Pois cada um de nós enfrentamos ou enfrentaremos as mais diversas dificuldades e lutas ou mesmo boas coisas que queremos fazer mais não sabemos como, por exemplo sobre casamento, criação de filhos, trabalho, negócios, etc.

Em Suma, todos nós precisamos de conselhos, bem como é super importante darmos e recebermos conselhos sábios e edificantes.

Mas nesse artigo, quero tratar sobre o darmos conselhos, ou o aconselhar. Pois faço isso em diversos momentos com irmãos em Cristo e amigos e, já vi muitas pessoas que fracassaram em seus relacionamentos ou vida por darem ouvidos á pessoas que não deram conselhos sábios e considerando esses três pontos.

Esses pontos são muito importantes a serem observados por nós, quando alguém seja cristão ou não nos procurar para conversar, desabafar, se abrir ou enfim, pedir conselhos. Vejamos:

  • O que a Bíblia diz sobre ou contra … (Atos 20:27). Para tudo o que ouvirmos as pessoas conversarem ou desabafarem conosco, a Palavra de Deus tem uma palavra certa, bem como princípios para conduzir as pessoas ao próprio Deus, bem como a viver a boa, perfeita e agradável vontade de Deus em sua vida, nas mais diversas áreas (espiritual, amorosa, social, física, etc). Esse ponto é o mais importante pois a Bíblia é a Palavra de Deus, ela é a nossa regra de fé e prática para as nossas vidas (2 Timóteo 3:14-16/ Romanos 12:1-2).
  • Qual a situação da pessoa? Crente em Jesus ou descrente? A necessidade de se observar esse ponto está relacionada a real necessidade de cada um. O cristão é aconselhado e conduzido a viver de acordo com a vontade de Deus para a sua vida e desfrutar das bênçãos de se viver de acordo com a sua Palavra (Salmos 119). Já se aconselhamos um descrente, vamos conduzi-lo a Cristo (Mateus 11:28-30/ João 10:10). Pois longe de Cristo, não existe melhoria ou conselho que lhe ajude de fato em qualquer coisa, será como pintar um carro que já está totalmente enferrujado. Conduza a pessoa á Cristo e após isso, ensine e ajude-o (a) através do discipulado (Mateus 28:18-20).
  • Como você pode ajudar de maneira sábia e prática a pessoa que lhe pedi conselhos e ajuda? Por vezes o só dar conselhos não vai surtir o devido efeito positivo e prático na vida da pessoa. Pois cada caso é um caso, você tem que entender e conhecer o contexto de vida e da situação na qual a pessoa lhe pedi ajuda. Pois além dos conselhos, existe diversas formas pelas quais você pode usar para ajudar essa pessoa. Como por exemplo, podemos citar algumas: Oração e Intercessão pela pessoa e sua situação; Dar ou emprestar um livro ou material que ofereça ajuda específica (exemplo: casamento, namoro, noivado, família, etc); ajuda de forma material; acompanhando a pessoa de perto, etc.

 

Observação importante: Em caso, de uma mulher vir lhe procurar para pedir conselhos e você for casado (ou noivo) conduza a pessoa a ajuda de uma outra mulher mais experiente e madura. Evite constrangimentos, mau entendidos  e possíveis problemas futuros.

Esses são alguns pontos que eu mesmo considero quando alguém vem procurar ajuda ou conselhos comigo ou até mesmo com outros amigos mais experientes e maduros e posso perceber em seus aconselhamentos.

Desejo em Cristo, que vocês sejam uma bênção na vida de outras pessoas. E que as pessoas possam encontrar em você que serve a Deus, um homem de Deus conselhos e direção segundo a Palavra de Deus e que glorifique a Deus.

 

Em Cristo Jesus,

Filipe Paulo Christian

Sabedoria para todos os Dias

69309_f4

Texto-Bíblico: Provérbios 1:1-7

Recentemente, eu recomecei um propósito de leitura bíblica de um dos livros que eu mais amo na Bíblia – O livro de Provérbios. Esse livro é simplesmente fantástico pois praticamente trata sobre todos os assuntos da vida, seja no âmbito pessoal ou coletivo. Tem sido muito bom ler de acordo com cada dia do mês, seu capítulo respectivo e meditar sobre ele. Pois cada capítulo é uma “enciclopédia” de ensinamentos e aplicações para as mais diversas áreas de nossas vidas.

E ler todos os dias, um capítulo por vez. Lendo, relendo, meditando e “ruminando” como a os animais bovinos. Isso nos ajudará tanto a memorizar versículo por versículo, quanto para trazermos aplicação para as nossas vidas, orientação diante de cada desafio de nossas vidas e ajuda para lidar com os mais diversos tipos de problemas.

No Livro de Provérbios, podemos encontrar referências sobre relacionamento com Deus, finanças, criação de filhos, família, política, liderança, sexo, saúde, negócios, etc. Realmente cada verso desse livro nos traz imensa sabedoria, que vem de Deus para as nossas vidas.

Vejamos alguns exemplos de assuntos tratados em provérbios e seus respectivos versículos:

Contra a preguiça – Provérbios 6:6-11

 Contra  o adultério, bem como medidas para evita-lo – Provérbios 6:20-35 e Capítulo 7

Sobre amizades – Provérbios 22:24-25; 18:1 e 24

  Sobre Negócios e Empreendedorismo – Provérbios 27:18,23-27

Contra o alcoolismo e suas consequências – Provérbios 23:29-35

  Sobre o tipo de mulher que devemos buscar para se casar – Provérbios 31:10-31

Esses são alguns assuntos tratados em provérbios e que se relacionam diretamente a vida de nós homens que servem a Deus ou ainda não. E lembrando que existem muito mais referências dentro de provérbios e nos demais livros da Bíblia, sobre esses e outros temas. Leia, medite, fale, converse sobre, memorize e viva segundo a Palavra de Deus.

E o que eu acho de mais interessante é que o Livro inteiro foi inspirado pelo o Espírito Santo e escrito por Salomão como se fosse uma longa carta de um pai para o seu filho (Pv 1:1,15; 2:1;3:1; 4:6, etc). E o grande fundamento de uma vida sábia é o temor ao Senhor, pois se um homem não teme ao Senhor e não o obedece, ele passa a ter uma vida de tolice e destruição.

Nesta semana, dois homens morreram no mesmo dia. Um foi Fidel Castro, ex-presidente e ditador de Cuba. E o outro foi o pastor e teólogo Russell Shedd. A Grande diferença entre um e outro foi o que determinou seus modos de vidas, bem como o legado que cada um deixou em seus países e para o mundo.

Essa diferença foi justamente Temer ao Senhor e Honrá-lo, foi o que fez nosso irmão Russell Shedd, deixando como homem de Deus um legado de bênçãos em nossa nação e para as futuras gerações. Enquanto que fidel castro, só deixou um legado de ruína e destruição em seu país e na vida de milhares de pessoas.

Que tipo de vida você quer levar? Que legado você vai deixar? Que sementes você quer plantar hoje e colher amanhã e na eternidade?

Se você quer ter uma vida que agrada a Deus e o Glorifica, então comece por temer ao Senhor e obedecer os seus mandamentos. Esse é o princípio de uma vida ao máximo e a única que vale a pena de ser vivida. Viva com a sabedoria de Deus começando apartir de hoje.

Dica: Baixe o livro Homens Sábios  http://voltemosaoevangelho.com/blog/2013/09/baixe-gratuitamente-o-e-book-homens-sabios-de-john-crotts/

 

Em Cristo Jesus,

Filipe Paulo Christian

O que aprendi depois de casar?

image_4551df4f

Texto-Bíblico: Filipenses 3:12-16

Aprender algo na teoria onde tudo é muito perfeito e quase sempre tem uma regra ou meio para se alcançar o sucesso, se torna de pouco valor se não praticamos. Da mesma forma diria que é o namoro, noivado e mais especialmente o casamento. Antes de casar eu li vários livros (ex.: As 5 Linguagens do Amor; Como conquistar o coração Dela; Como encontrar a pessoa certa e outros), fiz curso de noivos, participei de grupos de casais, dentre outras coisas.

Mas tudo só “era teoria” para mim até o momento em que eu casei. Pois ai sim, veio o momento de começar a praticar a teoria e ver, sentir e perceber por mim mesmo como é a realidade da vida a dois e, entender muitas coisas que já ouvi diversos casais dizendo, dentre elas: “Tem que perder para ganhar”; “Diálogo é muito importante”, etc.

Realmente temos muitas coisas a aprender se quisermos que o nosso casamento dê certo e continue por toda a nossa vida. E na minha caminhada com minha esposa, posso dizer e perceber algumas coisas que tenho aprendido com ela após termos por assim dizer ‘juntado nossas escovas’ ou nos casado.

Algumas das lições que tenho aprendido na prática e, que eu acredito que você também aprenderá quando casar.

  • Orar mais e viver em oração. Com lutas e desafios dentro e fora do casamento, como adaptar-se um ao outro, tentações, questões do trabalho, relacionamento com a família um do outro, etc. Como cristãos devemos viver em oração sempre, mas após ter casado passei a orar mais do que quando eu era solteiro. E tenho visto e colhido os frutos de investir tempo em oração.
  • Resolver problemas através da diálogo. Antes quando era solteiro, aprendi a resolver problemas de diversas maneiras, através da troca, da imposição, da chantagem emocional, da argumentação bem elaborada, etc. Mas após meu casamento e em nosso dia a dia como casados tenho aprendido na teoria e na prática que só existe um meio principal e saudável pelo o qual podemos resolver nossos problemas – através do diálogo ou da conversa.
  • Valorizar os momentos familiares. Quando encontrei a Cristo Jesus, entendi o valor da família. Mais ainda não tinha desenvolvido certos hábitos e atitudes como comer a mesa junto com minha família, ser mais carinhoso e dedicado com a minha mãe, irmã e crianças da minha família, dentre outras coisas. Que aprendi muito no convívio com minha esposa e sua família, bem como outros casais de irmãos e amigos nossos em Cristo. Minha esposa tem me ensinado bastante nesse sentido.
  • Motivação extra para estudar e trabalhar. Se antes cada um tinha papai e mamãe para cuidar e sustentar cada um, agora a coisa mudou! Ser homem é ser cabeça, líder e exemplo para a sua mulher e filhos seguirem. Agora o cuidado e sustento para você e ela, está principalmente em suas mãos e ainda que sua esposa também trabalhe, quem deve cuidar dela, ouvi-lá, dar apoio e incentivo para a realização dos seus sonhos pessoais, dentre outras coisas da vida a dois é principalmente sua responsabilidade como homem.
  • Ser mais higiênico. É interessante que antes do casamento não temos muito cuidado com certas coisas da nossa higiene pessoal ou temos poucos cuidados, mas após o casamento muita coisa mudou em mim também nesse sentido. Como por exemplo, passei a cortar o cabelo, fazer a barba, cortar as unhas, lavar as mãos mais frequentemente do que antes quando eu era solteiro, além de escovar os dentes (3x ou mais rsrsr por dia), usar fio dental, se hidratar mais, etc. Bem como ajudar na higiene do ambiente de nossa casa também.
  • Passar a pensar e planejar melhor. Quando solteiro não estava nem ai pra certos detalhes da vida doméstica e nem me preocupava muito, mas quando você se casa e tem que cuidar da sua casa. Ai é que você se lembra de algumas coisas que sua mãe diz como por exemplo: “Você vai entender quando você tiver sua casa”. Alimentação, passagem de ônibus, qualificação profissional, momentos de lazer, dentre outras coisas que envolvem você e sua esposa. Tudo passa a ir pra o papel, para ser planejado e poder vir a ser executado com ordem e segurança, mas principalmente inteligência.
  • Perdoar. Aqui é onde entra o que eu ouvia várias e várias vezes, bem como de diversos casais. O velho “Perder para Ganhar”. A fase do namoro e noivado é muito bom por diversos motivos, mas somente após casar é que vem os desafios de verdade, o valor de conquistar as coisas juntos, a graça de ter um ao outro e de cuidarmos um do outro, etc. Mas entre o noivado e alcançar tudo isso dentro do casamento existe algo muito importante e fundamental que deve existir sempre – o Perdão. Diria até que assim como um carro ou moto precisa de óleo lubrificante para estar funcionando e em constante movimento (especialmente para evitar o desgaste), o óleo lubrificante do casamento é o perdão. Sem ele, o casamento se tornaria insuportável e difícil de ser vivido e desfrutado a cada dia.

 

São essas as lições principais que tenho aprendido, ainda não aprendi completamente. Mas se alguém mim pergunta-se que coisas você aprendeu ou tem aprendido depois que se casou, filipe? Eu responderia com esses sete pontos, pois é o que eu realmente estou aprendendo e graças a Deus amadurecendo. É meus irmãos, casamento é um desafio (Leia Mateus 19:1-12, especialmente o que os discípulos dizem no versículo 10). Mais com Jesus somos Mais que Vencedores por Aquele que nos Amou e, Amou até o fim.

Aos solteiros digo, você que está namorando ou noivo, entre no casamento com a disposição de mudar para melhor, Com Cristo crescendo cada vez mais em você e seu eu diminuindo cada vez mais. Quanto mais Jesus reinar em seu coração e em sua vida, mais você poderá plantar e colher bênçãos mais valiosas que dinheiro, bens ou outras coisas que esse mundo valoriza.

 

Em Cristo Jesus,

Filipe Paulo Christian

Sua contribuição para o Reino de Deus

reino

 

Recentemente conversando com um irmão em Cristo e amigo meu, ele compartilhou comigo sobre a impossibilidade dele de poder contribuir significativamente com a obra de Deus, especialmente no que se refere as atividades da Igreja e participar de determinados grupos/ministérios que desenvolvam ações nas áreas de missões, evangelismo, etc.

Ainda não tivemos a oportunidade de conversar sobre como ele e tantos outros homens na situação dele, de serem pais de família e trabalhadores dedicados, podem contribuir para o avanço do Reino de Deus aqui no mundo. Mas primeiramente, devemos entender que o Reino de Deus envolve muito mais do que simplesmente participar de algumas atividades da igreja local, ele vai além. Pois envolve o anúncio do Evangelho, ou das Boas Novas de Salvação a todos os homens de todos as nações, povos, tribos e línguas; bem como o discipulado de cada novo crente em Jesus, a manifestação desse Evangelho na prática através da vida de cada cristão aonde ele estiver, sendo sal e luz da terra.

Claro que o conceito sobre o Reino de Deus é bem mais amplo, bem como sobre sua manifestação no tempo e mundo atual. Mas para fins desse artigo vamos tratar de um ponto fundamental que envolve a pregação do evangelho. E como nós homens, especialmente aqueles citados acima podem contribuir para o avanço e manifestação do Reino de Deus, vejamos algumas formas de se manter na ‘Ativa’, servindo ao Senhor, bem como ao seu povo e contribuindo de forma poderosa e que todos podem independentemente de condições de tempo ou recursos.

Vejamos:

  • Cuidando de sua família (1 Tm 5:4,8 e 16). Mas de que formas? Você pode contribuir para o avanço do Reino de Deus e de sua Igreja, discipulando sua mulher e filhos, criando filhos piedosos e dedicados ao Senhor (Veja o exemplo da mãe do profeta Samuel e, da avó e mãe de timóteo) e realizando culto doméstico, trazendo a presença do Senhor para a sua casa e ensinando a sua família no contexto do lar.
  • Orando e Intercedendo (1 Tm 2:1-6/ Tiago 5:16a – 18). A oração é a nossa maior arma de guerra, pois é através dela que conversamos com Deus e buscamos Nele graça para viver o evangelho e pregá-lo, ver vidas sendo salvas e seu Reino avançando. Podemos muito mais de joelhos contribuir para o avanço do Reino de Deus e crescimento da igreja local, do que de pé. Recomendo você ler o Livro O Homem que Orava, da editora CPAD. Bem como o filme Quarto de Guerra.
  • Contribua financeiramente (1 Tm 6:17-19). Podemos contribuir na Igreja local com nossos dízimos e ofertas, bem como missões nacionais e transculturais. E também na vida de irmãos em Cristo que necessitam de ajuda (2 Tessalonicenses 3:6-15/ Atos 4:32-35; 20:33-35). Tive a alegria de ter muitos irmãos em Cristo que investiram tempo e recursos na minha vida, contribua você também no crescimento de irmãos na fé através da sua dedicação de tempo e recursos que visem o crescimento na fé e maturidade cristã desses amados.
  • Evangelizando e testemunhando do que Cristo fez em sua vida (Marcos 16:15/ Atos 4:20/ 2 Tm 4:1-5). Seja na sua família, trabalho, faculdade/escola ou comunidade onde mora. Proclame as boas novas de Jesus aonde você for ou estiver, pois haverá grande alegria nos céus por cada pecador que se arrepende dos seus pecados e se volta para Deus.
  • Dedicando tempo para discipular uma pessoa ou família (Atos 9:27; 16:1-5; 18:18-26/ Tito 2:1-8). O discipular aqui envolve contribuir para o crescimento e maturidade de uma pessoa ou família em Cristo. Para que eles amadureçam cada dia mais e mais, muito sobrecarregam os obreiros de suas igrejas achando que isso seja responsabilidade deles exclusivamente. Mas frequentemente podemos ver no Novo Testamento várias expressões que envolvem o “… Uns aos outros”: Orai, confessai os vossos pecados, aconselhai, exortem, edifiquem-se, cuidem, amem e tanto mais uns aos outros. Então, cuidar dos nossos irmãos é responsabilidade de cada um de nós também. E não somente os domésticos da fé, contribua também para que amigos e famílias que você conhece, venham a Cristo através do seu trabalho de oração e evangelização, bem como de discipulá-los em Cristo.

Essas são algumas formas pelas quais todos nós, homens que servem a Deus podemos contribuir para o Reino de Deus, bem como sua Glória Eterna. Que possamos ver e entender que o Reino de Deus vai e está além das quatro paredes de nossa igreja. E que mesmo tendo a vida atarefada, podemos de diversas formas contribuir na Igreja local e para o Reino de Deus.

Não se desanime, por não poder participar de uma ou outra atividade específica na igreja local. Veja na Bíblia o exemplo de pessoas como Barnabé e Dorcas (em Atos 4:32-37; 9:36-42) e tantos outros que durante o ministério terreno de Jesus, na vida dos apóstolos como Paulo e tanto outros servos de Deus ao longo da história da Igreja tem contribuído de acordo com a vocação e dons que o Senhor repartiu a cada um.

Você também pode contribuir! Nosso Deus é Gracioso em bondade e misericórdia aos nos conceder diferentes oportunidades de servi-lo e honrá-lo, seja em nossas casas, trabalho, igreja local, cidade, etc.

Em Cristo Jesus,

Filipe Paulo Christian

Homens, Posicionem-se!

shield

 

Texto-Bíblico: 2 Samuel 23: 8-39

Problemas tem que ser resolvidos, mas gigantes derrubados. Na Palavra de Deus, podemos ver a história do Rei Davi que em seu tempo enfrentou gigantes e, o primeiro deles e pior foi o gigante Golias. Que durante um certo período de guerra entre Israel e os filisteus, afrontava dias após dia o povo de Deus. E enquanto isso, todos os homens do exército de Deus, tinha medo e não iam a frente para enfrentar o gigante.

Mas em todas as gerações e lugares, o Nosso Senhor Deus tem os seus heróis da fé. E Davi foi um homem que se posicionou apesar de ser novo, não ter experiência em campo de batalhas militares e lutar com espadas. Mas usando as armas corretas, ele foi e enfrentou o gigante do seu tempo Golias, mas com ele o medo, a afronta ao seu Deus e ao seu povo, a covardia de milhares de homens, as críticas de seus irmãos, e tantos “outros gigantes” que estavam ligados a Golias.

E em nosso tempo, existem gigantes ainda?

Não, conforme os tempos bíblicos. Somente alguns poucos devido ao Gigantismo (disfunção hormonal relacionada ao crescimento). Enfrentamos sim, gigantes muito piores e destrutíveis, que são por exemplo movimentos e ideologias contrárias a Palavra de Deus, como por exemplo a Ideologia de Gênero,  Teologia da Inclusão, O feminismo (que até possui reivindicações corretas e justas, mas se extrapola de forma horrível), o movimento LGBT, etc;  a atuação de seitas e heresias de nossos tempos, políticos que querem aprovar leis que conduzirão nossa nação á destruição, e tantos outros males. Bem como temos males internos, ou seja dentro de nossas igrejas, como falsos profetas e pastores que só querem saber da ‘lã e da gordura das ovelhas’ como Agenor duque, Valdomiro Santiago, benny hinn e tantos outros homens corruptos, onde muitos os seguem cegamente.

Nós mesmos, as nossas famílias, Igrejas e sociedade precisamos nos posicionar e sermos homens que se posicionam por Cristo e por Amor a Ele e as pessoas . Ser um Homem Cristão não é ser um Omisso e ser pacífico não é o mesmo que ser passivo. Posicione-se como fizeram os valentes de Deus e o próprio Davi em seu tempo, assim como vários outros que vieram depois dele e antes de nós.

Lute contra os gigantes do Nosso tempo! Leia 1 Timóteo 4:1-10.

 

 

Em Cristo Jesus,

Filipe Paulo Christian