Não tenho experiência. E agora?!

exper

Texto-Bíblico: Juízes 6

Em meio a crise que o nosso país enfrenta atualmente, onde no ano passado milhões de postos de trabalho foram fechados. E que infelizmente em alguns setores como na construção civil, as coisas ainda não mudaram.

Diante dessa realidade que há mais de um ano vem afetando milhões de brasileiros de forma direta e indireta. De tanta gente precisando de emprego, de pessoas que não encontram mais emprego em suas áreas de formação e atuação ou mesmo jovens prestes a entrar no mercado de trabalho.

Eles se deparam com uma situação que tem feito muitas pessoas desanimarem, desistir e até mesmo seguir ‘outros caminhos’. Como por exemplo, o assalto e arrombamento de bancos cresceu estrondosamente, chegando ao fato de que todo dia tem um assalto e arrombamento sempre em locais e cidades diferentes do interior dos estados brasileiros, mas também acontecendo nas capitais.

Claro, que seguir esses ‘outros caminhos’ envolve diferentes fatores sócio econômicos. Mas o alto índice de desemprego contribui bastante para que isso ocorra (Provérbios 30:7-9). E infelizmente, nas maioria das vagas que aparece de emprego ou estágio se tem várias exigências (muitas delas não tendo nada haver com a função a ser exercida).

A situação a qual tem feito muitos desanimarem e que infelizmente está entre essas tantas exigências é justamente a questão de ter x meses de experiência com a função/cargo ofertado. As vezes chegando ao ponto de exigirem mais que 6 meses de experiência, ou mesmo, exigindo experiência comprovada em Carteira de trabalho para funções simples (Auxiliar de produção, zelador, servente, auxiliar de cozinha, etc).

Milhares de pessoas infelizmente nem se quer chegaram a ter um estágio ou sequer um emprego, quanto mais período de experiência em uma ou outra função profissional. Isso é uma coisa que me deixa triste ao ver amigos que estão desempregados e que em uma seleção de emprego ou mesmo na triagem dos currículos seriam literalmente “descartados” pela simples falta de experiência.

Os empregadores é que em sua maioria das vezes acabam por sair perdendo ótimos profissionais, por diversas razões. Dentre elas: terem profissionais com qualificações diversificadas e com uma enorme bagagem de conhecimentos teóricos e práticos relacionados aos cargos ofertados; pessoas dispostas a aprender e dar o seu melhor (e com motivação e responsabilidade); pessoas que serão profissionais sem “vícios”, ou seja, sem hábitos que somente funcionários já experientes e antigos possuem e que os leva a serem relaxados e acomodados, dentre outros pontos que poderia citar aqui.

Mas nesse artigo, quero dar uma palavra de esperança a vocês Homens e que possamos dar aos nossos amigos, familiares, vizinhos, colegas e conhecidos. Que estejam passando por essa fase crítica de crise em nosso país e de estarem desempregados (e SEM EXPERIÊNCIA PARA A FUNÇÃO OFERTADA!).

Vejamos algumas dicas relevantes para você, que não tem experiência para vagas de emprego e estágios que diariamente são ofertadas em agências de emprego, empresas de seleção ou mesmo sites e grupos de emprego.

– Diversifique suas experiências profissionais (Formais e informais) desde cedo. Pois você pode até não possuir experiência para uma determinada vaga que está sendo ofertada ou você deseja concorrer, mas contará com experiências relacionadas em vários sentidos a ela.

Foque principalmente no setores do comércio (trabalhar com vendas e atendimento ao público), serviços (realizando diversos tipos de serviços a pessoas ou empresas), indústria e processo criativo (gráficas rápidas, edição de vídeo e imagem, etc). E quanto mais cedo, melhor para você adquirir um leque ou bagagem maior de experiências formais  e informais.

– Trabalho Voluntário. Pode ter certeza que contará muitos pontos ao seu favor em uma seleção de emprego e entrevista. E que você pode e deve colocar e citar em seu currículo.

– Trabalhe de Graça! Isso pode soar estranho, mais é isso mesmo. Claro que vai depender do tipo de trabalho e de sua disponibilidade, mais seria mais a título de adquirir experiência em uma determinada área, como por exemplo: trabalhar atendendo clientes em uma loja de amigos, fazendo serviços gráficos, trabalhando com construção civil de pequeno porte, servindo como garçom em festa de amigos, etc.

Busque isso especialmente com amigos e conhecidos que tenha uma loja, empresa ou pequeno negócio. Quem sabe você pode acabar sendo contratado ou começar a receber uma grana sem nem esperar.

– Adquira conhecimento. Faça cursos, participe de palestras e eventos de diversas áreas, faça cursos online, leia livros, faça um curso técnico ou superior. Mantenha-se sempre atualizado para o mercado de trabalho e oportunidades que a qualquer hora podem aparecer.

– Networking (Rede de contatos). O velho fale com seus amigos e conhecidos. Procure saber com quem você conhece e tem contato, sobre oportunidades de trabalho ou estágio.

– Marketing Pessoal. Cuide de sua imagem pessoal, falo aqui de aparência, comportamentos, relacionamentos pessoais e profissionais, ética pessoal e profissional, vocabulário, etc. Você é o produto que o mercado de trabalho pode ou não contratar. Saiba que você está sempre sendo observado por pessoas com quem você convive na escola, faculdade, trabalho (atual ou antigo), amigos.

Ser uma pessoa responsável e habilidosa dentro e fora de uma empresa lhe garante credibilidade e confiança a quem lhe observa.

– Arrisque, Melhor tentar! Tem oportunidades que podem ter suas exigências, mas que por conta da iniciativa, pró atividade e esforço do candidato, ele pode acabar conseguindo. Fora muitas outras coisas que podem acontecer, na permissão de Deus, para lhe favorecer. Corra atrás. Somos homens de coragem!

 

Não desistam e nem desanimem, continuem na luta. Pois brevemente virá a oportunidade de voltar ao mercado de trabalho e que você tanto procura. Já cheguei a passar quase 8 meses desempregado, mas sempre correndo atrás das oportunidades. E graças a Deus consegui.

 

 

“Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares.”

Josué 1:9

 

Em Cristo Jesus,

Filipe Paulo Christian

 

 

 

 

 

Anúncios

2 comentários em “Não tenho experiência. E agora?!”

  1. As dicas são muito boas, principalmente trabalhar de graça, pois além de adquirir experiência e dependendo da desenvoltura do ‘empregado’ cria-se uma pré-disposição de contratação na empresa cedida.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s