Você deve entrar no ministério?  

1Billy Graham

Recentemente, um homem que acabou de ser promovido à alta administração de uma das 10 maiores empresas do mundo, disse-me: “Estou realmente me perguntando se eu deveria deixar os negócios e entrar no ministério. Não me sinto como se eu pudesse fazer um impacto tão grande no negócio como eu poderia no ministério. ”

Eu realmente o admiro por querer servir a Deus com tudo o que há nele.

Mas eu compartilhei algumas coisas com ele que eu também gostaria de compartilhar com você.

Primeiro, eu disse a ele, “Eu sou o cara que fez isso. Aos 42 anos de idade eu deixei o mundo dos negócios e comecei Man in the Mirror (Homem no Espelho, Ministério para Homens Cristãos nos EUA).

Honestamente, naquela época, eu pensei que me sentiria mais santo, enquanto eu nunca pensei que alguém mais pudesse sentir ou ser, eu pensei que me olharia no espelho uma manhã e veria o leve traço de um algo sobrenatural sobre mim. Ainda estou esperando.

O que eu não esperava me surpreendeu, pensei que quando a minha vocação mudou, meus amigos me seguiriam e me apoiariam … Alguns fizeram, mas a maioria deles teve seus próprios chamados – que não me incluíam. Como você pode suspeitar, eu realmente tive que trabalhar com isso.

Outro fenômeno que eu esperava, mas que eu nunca poderia preparar-me adequadamente para isso, foi a diminuição de prestígio aos olhos do mundo.Você vê, eu era o cara que você tentou obter uma apoio, pois queria concorrer para Governador. Mas quando deixei o mundo dos negócios para o ministério, não consegui que o coletor/catador (profissional que nos EUA, apreender cachorros soltos e sem dono, que estejam nas ruas)  me devolvesse as chamadas, e não estou exagerando!

Então eu disse a este homem, e eu vou dizer a você também: “Ninguém mais pode dizer-lhe qual é a vontade de Deus para a sua vida em qualquer assunto, a menos que seja especificamente mandado ou proibido pelas Escrituras.”

“Eu sugiro que você considere e ore sobre se este é ou não seu ministério – pelo menos por agora.”

Eu continuo: “Nossos empregos não são apenas uma plataforma para o ministério – eles são o ministério, consertar computadores, entregar pacotes ou administrar uma das maiores empresas do mundo é tão espiritual quanto ensinar em uma escola cristã ou servir em uma igreja ou ministério. Não há tal coisa como um trabalho “secular” – pelo menos aos olhos de Deus, toda vocação é santa ao Senhor “.

Então você deve ir para o ministério? Você já é um ministro (de Deus, onde atua e está). A questão é se você deve ou não entrar no ministério “vocacional”.

Talvez, mas aqui está um pensamento final. Quando eu estava no negócio, cerca de um dia por semana eu estava pronto para abandonar tudo. Mas agora que estou no ministério, não me sinto mais assim … agora são dois dias por semana.

Traduzido e publicado com a devida permissão do autor.

Link para o artigo em Inglês, AQUI!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s