As Redes Sociais Consomem a Alma

redes-sociais

 
As redes sociais prevaleceram tão rápido em nossas vidas que sequer percebemos que aconteceu. Estamos online no trabalho, em casa – em todos os lugares. E isso pode fazer muito bem às nossas vidas.

Entretanto, como a maioria das coisas, o excesso pode ser um problema para nós. Tendo recentemente percebido algumas maneiras pelas quais as redes sociais podem ser “excessos inúteis” em minha própria vida, quero compartilhar cinco maneiras pelas quais elas nos transformam (esperançosamente de uma forma que impacta a maneira como todos nós as usamos).

 

 

As redes sociais nos torna centralizados

A rede social, em seu melhor, é um meio de conversar online, onde eu me conecto com outras pessoas, até mesmo com aqueles que amo, mas que estão longe de mim. O mais comum na rede social, porém, é a criação de outra pessoa, um personagem incrível.

A rede social não apenas acentua meu desejo de ser excitante e impressionante para os outros, mas também fornece um caminho para tentar satisfazer esse desejo como nunca antes.

Estar imerso neste mundo online por toda a vida faz com que eu seja mais egocêntrico ao longo do tempo. O quadro de vaidade que tenho online pode me fazer desejar a mesma atitude de “olhe pra mim” na vida real.

Meios de comunicação social nos fazem esquecer de se concentrar em pessoas reais na vida real

Podemos dedicar tanto tempo e energia para manter relacionamentos online e um personagem que tendemos a deixar de dedicar tempo e energia às pessoas reais e físicas que vemos todos os dias – família, amigos, vizinhos ou igreja. Isso não significa que a amizade online seja ruim, mas significa que nunca devo negligenciar as pessoas da minha vida que estão fisicamente presentes.

Permanecer menos tempo nas redes sociais me deixa com mais tempo e energia para conversar com os amigos que moram perto de mim, para orar pelas pessoas da minha família e igreja, e construir relacionamentos com aqueles que estão geograficamente na minha vida.

 

 

Meios de comunicação social nos fazem esquecer de meus chamados principais

Numa era em que estamos conectados ao mundo inteiro, muitas vezes esquecemos que Deus nos chama principalmente a investir naqueles que estão próximos de nós e na igreja local (lembre-se de que a maioria dos mandamentos na Bíblia são direcionados no contexto do “próximo” e igrejas locais). Meu chamado principal é amar a Deus, servir minha família, servir em meu trabalho e servir em minha igreja.

A rede social pode ser uma avenida que nos distrai da ligação principal, cria inveja para os chamados dos outros ou nos esgota de muitos chamados concorrentes. Eu, minha família, minha igreja e minha vizinhança estariam mais bem servidas se estivéssemos mais offline e mais envolvidos pessoalmente.

 

 

Redes sociais podem arruinar o seu humor

Pode ser alguém postando algo antibíblico. Pode ser um tweet ridículo sobre política. Pode ser apenas um post aleatório no Facebook sobre nada em particular. Qualquer uma dessas coisas tem a capacidade de arruinar o seu humor, deixando-o triste (na melhor das hipóteses) e com raiva (na pior das hipóteses).

Atrair pessoas no Facebook ou Twitter para uma discussão raramente é frutífero. 90% das vezes se transforma em um jogo de gritos online. Nada é resolvido. As opiniões quase nunca mudam.

Como resultado, as pessoas se afastam mais irritadas. Mesmo que eu apenas leia uma “discussão” contenciosa, ainda assim pode arruinar o meu humor. Essa é uma atitude que eu posso levar para casa, me deixando aborrecido perante a família e amigos.

 

Redes sociais podem arruinar relacionamentos

Só pensamos sobre como as redes sociais mantêm os relacionamentos vivos – e certamente podem. Porém, elimina o mesmo número que manteve. É fácil dizer coisas online que eu nunca diria pessoalmente. Eu posso simplesmente publicar sobre as notícias do dia e nunca pensar duas vezes. Muitas vezes é escrito de forma muito mais inflexível do que eu jamais falaria.

Atiro flechas de fogo na internet e os relacionamentos se queimam. Amizades perfeitamente boas tornam-se campos de batalha por desacordo político. As pessoas que eu potencialmente teria a oportunidade de testemunhar são colocadas do outro lado de um muro de hostilidade política e pessoal de 20 metros de altura – prejudicando qualquer chance de amizade no futuro.

 

E agora, o que fazer?

Precisamos fazer um balanço de que formas as redes sociais nos afetam. Pode ser um lugar para nós exercitarmos nossa própria vaidade. Pode nos distrair das pessoas pelas quais somos chamados para nos importar. Facebook e Twitter podem ser um lugar onde discutimos e prejudicamos relacionamentos e amizades sobre política ou outras discussões.

A rede social pode ser uma parte de nossas vidas que é benéfica em pequenas quantidades, mas prejudica nosso humor em excesso.

Vamos garantir que nosso testemunho seja mais forte, tanto online quanto pessoalmente. Para muitos, isso significa desconectar-se da rede social com mais frequência. Como com qualquer coisa em nossas vidas, vamos ser honestos o suficiente para fazer a pergunta: Como estou usando as redes sociais? Para a glória a Deus ou não?

 

 

Autor: David Appelt

Fonte: The Blazing Center

Tradução: Leonardo Dâmaso

Divulgação: Reformados 21

 

Fonte: http://reformados21.com.br/2018/05/04/as-redes-sociais-consomem-a-alma/

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s