Arquivo da categoria: Dicas

Não comece um noivado até que você esteja pronto para se casar

161783_85d81fe0b86d21d2b62a2edf768053c5

Quando os jovens podem começar um namoro?
Sua resposta provavelmente dependerá da sua concepção do propósito do namoro. Qualquer um pode ver que os custos do fracasso no namoro são freqüentemente elevados: rupturas devastadoras, pecado sexual, traição, rejeição repentina, tremendas decepções, angústia, a dor de um amor que nunca andou até o altar.
Por que, muitos de nós querem entrar no noivado tão rápido?
Em parte, é porque Satanás mascara os riscos muito bem (Apocalipse 12: 9). Ele apresenta o romance como se fosse um requisito para uma boa vida, e, como isso, sem ele, tudo se torna vazio, solitário e sem propósito em comparação. Satanás aproveita nossos desejos e nos convence de que devemos “amar” para viver verdadeiramente, que os maiores prazeres e as experiências mais completas estão em um relacionamento com um noivo (ou marido ou mulher). Ele prepara um coração partido para o café da manhã e adora todo pecado sexual com uma linda, mas venenosa, esmalte.
Satanás e sua influência e em todo o mundo levam milhões de nós a ter muitos parceiros e tê-los muito cedo, porque ele ama o que esses tipos de relações provocam em nós.
Eu tive minha primeira “namorada” na sexta série, meu primeiro beijo naquele verão (com uma garota diferente) e depois uma nova namorada quase todos os anos no ensino médio.

Desde o início da minha juventude, eu estava procurando carinho, segurança e intimidade nas meninas em vez de procurá-las em Deus. Eu tinha namoradas antes do que a maioria, e muitos mais do que a maioria. Meus anos de adolescência eram uma longa cadeia de relacionamentos que eram muito sérios para o nosso tempo, durou muito tempo e, portanto, terminou muito dolorosamente. Eu disse “eu te amo” muito cedo, e demais. E o diabo sentou-se na primeira fila, desfrutando cada minuto da minha história romântica.
Por que – para o que – tem uma namorada?
A guerra espiritual em nossos corações é real, e há muito em jogo, então é fundamental perguntar-se por que pensamos que devemos ter namorados ou namoradas em primeiro lugar. Por que eu tive uma namorada quando eu tinha doze anos (e treze, catorze e até dezoito anos)?
Muitos de nós só querem ser felizes; queremos pertencer e ser valorizados. Imaginamos que nossas necessidades mais profundas serão resolvidas na intimidade de estar com esse homem ou aquela mulher especial.

Todos queremos que nossos corações se levantem para alguém ou algo assim. O romance e o mistério do casamento parecem ser o mais alto nível de prazer e amizade terrestre. Desejamos ser conhecidos e amados, pertencer a alguém, estar na história de outra pessoa. Nós também queremos que alguém se faça parte de nossa própria história. E todos queremos que nossas vidas funcionem para algo. Queremos trazer algo significativo para uma causa significativa. Queremos fazer a diferença. Não queremos desperdiçar nossas vidas.
Muitos de nós temos namoradas porque estamos tentando preencher essas necessidades com amor. Se nos fizessem a pergunta, poderíamos dizer que estamos “buscando casamento”, mas muitos de nós nem sequer são casados ​​por causa da idade, das finanças, da maturidade, da educação ou do estágio da vida. Estamos realmente à procura da felicidade, da pertença e do significado que acreditamos que encontraremos no romance.
Se eu pudesse começar de novo, o que eu mudaria?
Se eu pudesse fazer tudo de novo, preferiria não ter uma namorada no primeiro ano do ensino médio (ou o último, ou mesmo os meus dois primeiros anos de faculdade). Esperaria até que eu estivesse pronto para me casar.
Meus olhos se arregalaram quando comecei a entender as principais diferenças entre namoro e casamento. Alguns casais podem se sentir casados ​​às vezes, mas alguns casais não são casados. Compreender as diferenças entre esses tipos de relacionamentos nos protegerá das muitas dores e falhas associadas ao namoro.

A maior recompensa em qualquer vida, independentemente do nosso estado civil, é conhecer Cristo e ser conhecido por Ele, amá-Lo e ser amado por Ele. A grande recompensa do casamento é a intimidade centrada em Cristo com o cônjuge, sabendo e sendo conhecido, amando e sendo amado por um marido ou esposa. A grande recompensa em namoro e namoro é a clareza centrada em Cristo sobre casamento (ou casamento).

A intimidade romântica é mais segura no contexto do casamento e o casamento é mais seguro no contexto da clareza. Se queremos ter e desfrutar desse tipo de intimidade centrada em Cristo, temos que nos casar. E se queremos nos casar, precisamos procurar ser claro com quem fazê-lo.
Antes do noivado, espere

Legalmente, pelo menos nos Estados Unidos, não podemos nos casar até completar 18 anos (exceto para os estados de Nebraska e Mississippi, onde você deve ser mais antigo: 19 e 21, respectivamente).
Além da mera idade, devemos nos fazer perguntas sérias sobre maturidade e estabilidade. Nosso namorado ou namorada amadureceu o suficiente para ter alguma idéia do tipo de marido ou mulher que ele vai estar nos próximos 50 anos? Já amadurecemos o suficiente? Será que um ou ambos serão capazes de sustentar a família economicamente? Sua fé em Jesus Cristo foi testada o suficiente para ter certeza de que é real?
Alguns, sem dúvida, detestam esse conselho – tenho certeza de que também o odiaria -, mas todos devemos reconhecer que mesmo que possamos ter um namoro muito antes de nos casarmos, isso não significa que devemos fazê-lo. O que quero dizer é que você não deve começar uma namorada com vista ao casamento quando o casamento não for no futuro próximo. Você pode sonhar com casamento cedo (como eu fiz), mas é realista dizer que você e seu parceiro poderão se casar em breve?
Aguarde para começar a namorar até que esteja pronto para se casar. Meu conselho – pegue ou deixe – é esperar até que ele ou ela pode se casar nos próximos dezoito meses (um ano e meio). Não estou dizendo que você precisa se casar antes de um ano e meio de namoro. A parte importante é que você poderia se casar, se Deus deixar claro que é Sua vontade e o tempo certo para você. Claramente, você não encontrará esses dezoito meses que mencionei na Bíblia e não deveria ser tratado como uma lei de Deus. Mas você pode usar esse tempo para avaliar – com o Senhor, seus pais e amigos cristãos próximos – se isso parecer conveniente e seguro para você e seu coração.
O que fazer enquanto esperamos?
Esperar o noivado não significa que devemos nos sentar e não fazer nada. A vida não é apenas, ou principalmente, sobre amor e casamento. Nossa vida é sobre Jesus – seu amor por nós e seus planos para nós – seja nós solteiros ou casados, ou se temos dezesseis ou sessenta anos de idade.

Deus tem muito mais para você do que qualquer relacionamento pode oferecer. Ele significa algo espetacular através de você e sua vida jovem. Ele quer usar você e seus presentes para mudar a vida de outras pessoas. Se ele quer que você se case, ele quer fazer de você uma futura esposa ou um marido forte e solidário. Ele quer mostrar ao mundo onde encontrar a felicidade através da sua alegria.
Você não precisa de um namorado ou uma namorada para experimentar esses planos de Deus para os anos de espera. Então, o que você pode fazer se não tiver namorado ou namorada?
1. Seja um exemplo corajoso e fiel para os outros.
“Não permita que ninguém despreze a sua juventude, mas seja um exemplo dos crentes na palavra, na conduta, no amor, na fé e na pureza” (1 Timóteo 4:12).
Você ainda não pode votar ou dirigir, mas você pode viver para dizer algo sobre Jesus. Sua palavra – o idioma e a atitude que você usa com sua família e amigos – diz algo sobre Jesus.

Tuconducta – as decisões que você faz todos os dias sobre o que você vai fazer ou não, as maneiras como você se encaixa com o resto do mundo ou não – eles contam ao mundo sobre seu Deus. Seu amor – a maneira como você trata as pessoas em sua vida – diz algo sobre como você foi amado por Deus. Sua pureza – seu compromisso de confiar em Deus e Sua palavra, e atesorá-lo acima de todos os prazeres e experiências prematuras – prega o evangelho aos seus companheiros escravos de seus próprios desejos.

 
2. Viver para servir, para não ser servido.
“Como cada um recebeu um presente especial, use-o servindo um ao outro como bons mordomos da múltipla graça de Deus. Aquele que fala, deixe-o falar de acordo com as palavras de Deus; aquele que serve, para fazê-lo pela força que Deus dá, para que, em todos os deuses, seja glorificado por meio de Jesus Cristo, a quem pertence a glória e o domínio pelos séculos dos séculos. Amém “(1 Pedro 4: 10-11).
A maioria dos jovens é tão consumida por suas próprias necessidades e deseja que eles não tenham consciência das necessidades daqueles ao seu redor. Mas você tem um potencial muito grande para passar seu tempo em redes sociais, shopping e videogames. Olhe, por exemplo, no que os adolescentes conseguem nas Olimpíadas; meninos e meninas de quinze e dezesseis anos de idade conquistando o ouro contra os melhores atletas do mundo.

E se você decidir usar os dons que Deus lhe deu para fazer a diferença na vida de outra pessoa? Você poderia servir em um ministério da igreja, orientar alguém mais novo ou ajudar com as necessidades do seu bairro. Você é capaz de muito mais do que o mundo espera de você. Viva de tal maneira “que em todos os deuses seja glorificado através de Jesus Cristo” através de você.

 
3. Esteja preparado para ser o futuro cônjuge que Deus o chama a ser.
“As mulheres estão sujeitas aos seus próprios maridos quanto ao Senhor. Pois o marido é o chefe da mulher, assim como Cristo é o chefe da igreja, sendo ele mesmo o Salvador do corpo. Mas assim como a igreja está sujeita a Cristo, as mulheres devem ser para seus maridos em tudo. Maridos, amem suas esposas, assim como Cristo amou a igreja e se entregou por ela “(Efésios 5: 22-25).
Talvez alguns de nós nasçam querendo se casar, mas nenhum de nós nasceu pronto para se casar. O chamado para amar a esposa é um chamado para refletir a maior história já contada: o próprio Deus veio na carne para morrer por sua noiva pecadora, a Igreja. Nossos instintos naturais não são para morrer para nós mesmos por causa de outra pessoa, nem mesmo para a pessoa que realmente gostamos.
Até que você esteja pronto para ter um namorado ou uma noiva, Deus está preparando você para amar adequadamente quando você vem para fazê-lo, preparando você da glória para a glória (2 Coríntios 3:18).

 
4. Que sua alegria em espera é surpreendente.
“Por esta razão também nós, desde o dia em que o conhecemos, não deixaram de orar por você, pedindo que … caminhe como digno do Senhor, fazendo em tudo o que o agrada, dando frutos em cada bom trabalho e crescimento no conhecimento de Deus. Rezamos para que se fortaleçam com todo o poder de acordo com o poder da Sua glória, para obter toda a perseverança e paciência com alegria “(Colossenses 1: 9-11).

Não é difícil encontrar solteiros amargos, homens e mulheres jovens que lamentem a sua solidão enquanto todos os outros estão namorando alguém. É muito mais difícil encontrar jovens que encontrem sua identidade, felicidade e segurança em um lugar diferente.
Surpreenda seus amigos (e todos os outros) por estar disposto a esperar para entrar no namoro até que você possa se casar, porque em Deus você já tem tudo o que precisa.

 

Originalmente publicado em Desriring God. .
Marshall Segal é o assistente executivo de John Piper e editor associado de Desiring God. Ele é formado pelo Bethlehem College & Seminary e vive com sua esposa Faye em Minneapolis. Você pode segui-lo no Twitter.

Link do Artigo Original em Espanhol

https://www.thegospelcoalition.org/coalicion/article/espera-a-tener-una-relacion-hasta-que-puedas-casarte

 

Anúncios

PORNOGRAFIA

ER7_RE_SS_TEASER_570kbps_2016_03_254aad806f_7a94_42d9_8c3c_5a3050e5d033_thumb

Um dos principais motivos dos pedidos de aconselhamento que recebo, está relacionado a pornografia. Sem simplificar algo que é complexo, permita-nos compartilhar alguns passos que podem te nortear.

I. ARREPENDIMENTO
II. ENFRENTAMENTO
III. CONFISSÃO
IV. DISCIPLINA
V. ACOMPANHAMENTO

• O ARREPENDIMENTO, não pode ser só a vergonha do ato. Remorso e arrependimento são coisas diferentes. Judas sentiu remorso e se deixou consumir pela dor; Pedro arrepende-se e rendeu-se a Graça!
• O ENFRENTAMENTO, é a admissão da realidade: você está viciado! O efeito causado no cérebro, tanto na dominação das emoções, quanto a loucura da abstinência e na destruição de freios morais, é bastante semelhante aos efeitos causados pelo uso de drogas. Assim como, para receber o perdão, o Espírito Santo nos convence de quem somos (pecadores), para o processo de cura é necessário o reconhecimento de como você está: viciado!

 

• A CONFISSÃO, precisa vir! O processo de cura só será possível se sua esposa fizer parte dele! Muitos maridos temem exatamente esse ponto, por vergonha e medo. É isso também é um reflexo que demonstra a total falta de diálogo na maioria dos casamentos. Prática abandonada, pecado confessado, processo de cura iniciado!

 

• A DISCIPLINA, não é a exclusão ou o famoso “banco”. A disciplina, são práticas espirituais, onde a carne é modificada. Oração, jejum, leitura sistemática da Bíblia, leitura de bons livros e meditação na grandeza de Deus. Tudo isso precisa fazer parte!

 

• E O ACOMPANHAMENTO, precisa ser constante! Homens de Honra mentoriam outros homens! Você precisará do seu pastor, ou de um casal de amigos piedosos, que possam aconselha-los e acompanhá-los. Eles serão fundamentais em todo o processo, e com grande ênfase, apoiando sua esposa.

A santificação é tanto um ato passivo, quando Deus a opera em nós, quanto ativo, que devemos prosseguir em buscar ao Senhor. Não trata-se de busca de mérito por esforço próprio, mas de confiar na suficiência de Cristo, e baseado em Cristo, avançar resoluto!

Autor

Felipe Rocha

Líder do Ministério Homens de Honra CV, em São Paulo – Brasil.

Recursos para Pais, Pastores e Líderes Cristãos sobre Sexualidade

Homem-sedutor

Nesse artigo, pretendo trazer uma série de dicas e recursos digitais que podem lhe ajudar a estar melhor preparado para conversar, falar e ensinar assuntos que se relacionem ao grande tema sexualidade, pois vários assuntos se ligam e surgem a partir desse tema.
Várias conversas, dúvidas e problemas podem surgir quando uma pessoa não vive a sua sexualidade de maneira bíblica e saudavel. Pais, Parentes, Amigos, Pastores e Líderes de jovens sofrem ao verem seus adolescentes e jovens vivendo cada vez mais uma sexualidade moldada pelo o mundo e não pelos valores bíblicos e eternos estabelecidos por Deus.
Para ajudá-los a estarem preparados para esclarecer dúvidas e questionamentos, conversar sobre sexo com seus filhos e liderados, ou mesmo ensinar o que a Bíblia diz sobre a temática Sexualidade. Resolvi reunir diversos materiais que podem ajudar nessa empreitada, dentre eles: dicas de livros, pregações, podcasts, etc.

LIVROS
-A Cosmovisão Sexual Cristã do Andrew Sandlin, publicação da Editora Monergismo;
-Intimidade Sexual no Casamento. De William e Sandra Glahn, Editora Cultura Cristã;
-Desintoxicação Sexual – Um Guia para Homens que querem fugir da imoralidade sexual.        De Tim Challies, Editora Vida Nova;
-O Cristão e as questões éticas da atualidade, de Walter C. Kaiser Jr. Editora Vida Nova;
-Sexo e a supremacia de Cristo (John Piper – Justin Taylor) da Editora Cultura Cristã;
-Amor de Verdade Num Mundo de Falsidade (Robbie Castleman), da Editora Cultura        Cristã;
-Desintoxicação sexual: Um guia para o jovem solteiro (Tim Challies) publicado pelo  iProdigo;
– Macho e fêmea os criou (Carlos Catito Grzybowski) da Editora Ultimato;
-Vamos falar sobre sexo (Priscila Guerra – Richarde Guerra) da Igreja Batista da Lagoinha;
-Tecnologia de reprodução (Vários autores) da Editora Cultura Cristã;
-Comece hoje a esquentar a relação (Joyce Penner – Clifford Penner) da Editora Thomas  Nelson;
-Série Teen – Volume 1 (Vários Autores) da Editora Vida Nova;
-Gravidez Precoce (Geraldo Mota de Carvalho – Miriam Aparecida Barbosa Merighi) da    Editora Paulus;
-Meu Filho Cresceu e Agora? (Jaime Kemp) da Editora Hagnos;
-Eros e Sexualidade (John White), da Editora Ultimato;
-Sexo Não é Problema (Lascívia, Sim) – (Joshua Harris), da Editora Cultura Cristã;
-Sexualidade e Reformissão (Mark Driscoll)
-Enfrentando tempestades – Aluno (David e Carol Sue Merkh), da Editora Hagnos;
-Enfrentando tempestades – Professor (David e Carol Sue Merkh), da Editora Hagnos;
-Sexo e intimidade (Dr. Ed Wheat e Gaye Wheat), da editora Mundo Cristão;

E outras dicas no link abaixo
https://livros.gospelmais.com.br/livro-tag/sexualidade/page/2

 

-PODCASTS
http://bibotalk.com/podcast/lado-a-lado/lado-lado-004-educacao-sexual/                    Educação Sexual
http://bibotalk.com/podcast/btcast169/               Amor é Cristão, Sexo é…
http://bibotalk.com/podcast/btcast-149-pornificados/            Pornificados
http://bibotalk.com/podcast/btcast-132-luxuria/                       Lúxuria
http://bibotalk.com/podcast/btcast-069-teologia-do-sexo/       Teologia do Sexo
http://bibotalk.com/podcast/btlero-007-sexo-na-tv/     Sexo na TV
http://bibotalk.com/podcast/lado-a-lado/lal6-planejamento-familiar-reproducao-assistida-e-fertilizacao/                Entrada VIP Reprodução Assistida e Fertilização
http://bibotalk.com/podcast/lado-a-lado/lado-a-lado-005-planejamento-familiar-contracepcao/                Métodos de Contracepção
http://www.irmaos.com/298-identidade-de-genero/         Identidade de Gênero
http://www.irmaos.com/65-sexualidade/                             Sexualidade
http://www.irmaos.com/130-homossexualidade/              Homossexualidade
http://www.irmaos.com/281-o-fenomeno-eu-escolhi-esperar/                                                    O fênomeno EU ESCOLHI ESPERAR
http://www.irmaos.com/280-infidelidade/

 

-PREGAÇÕES









-FILMES CRISTÃOS
Á Prova de Fogo
Para Salvar uma Vida
Á Moda Antiga
Ponto de Decisão
Três Histórias, Um Destino
Priceless
Encontro de Casais
Direito a Vida
Antes que Seja Tarde
Prisioneiras Nunca Mais
A Filha do Pastor
Tráfico de Inocentes
Decisão de Uma Vida
Amor Incondicional a História de Oséias
Onde está Deus?
Questão de Escolha

* Esses filmes não possuem nenhum conteúdo de natureza pornográfica. Antes, oferecem uma abordagem baseada em uma cosmovisão cristã para falar ou tratar sobre diferentes assuntos relacionados a sexualida, como por exemplo: Gravidez na adolescência, aborto, tráfico de seres humanos, prostituição, sexo antes e fora do casamento, adultério, casamento, noivado e namoro, etc.

– SITES E BLOGS
http://naomordamaca.com/
http://www.euescolhiesperar.com/
http://voltemosaoevangelho.com/blog/assunto/vida-crista/problemas-da-vida/sexualidade/
http://bereianos.blogspot.com.br/2017/03/pornografia-consideracoes-biologicas.html
http://bereianos.blogspot.com.br/2017/03/deus-odeia-imoralidade-sexual.html
http://www.irmaos.com/?s=sexualidade
http://www.irmaos.com/2418-falta-de-limite-estimulam-sexualidade-adolescente-torta-dizem-especialistas/
http://www.irmaos.com/fogo-pre-nupcial/

-YOUTUBE
https://www.youtube.com/user/Consultoriont
https://www.youtube.com/user/CanalTheLoveSchool
https://www.youtube.com/user/ntsemtabus
https://www.youtube.com/user/naomordamaca
https://www.youtube.com/user/euescolhiesperar
https://www.youtube.com/watch?v=BHMwI9kgYwU Resenha sobre o Livro Cosmovisão Sexual Cristã
http://bibotalk.com/videos/btpapo-live-03-teologia-do-sexo/ Teologia do Sexo (Vídeo)
https://www.youtube.com/watch?v=Ltf6ycQP1Kw resenha de livro
https://www.youtube.com/watch?v=i9KTpLTKilc resenha de livro

 

Esse artigo se destina a oferecer conhecimento e recursos para que você pai, pastor ou líder cristão possa estar bem preparado para ensinar, conversar e orientar seus filhos, adolescentes, jovens e demais liderados no caminho bíblico, saudável e agradavel perante Deus.

Em Cristo Jesus,
Filipe Paulo Christian

 

O que eu faço se meu filho for indiferente ao evangelho?

24exawn

A salvação de seus filhos pertence ao Senhor.
Uma das coisas que faz com que os pais fiéis ao Senhor sofram mais é ver como alguns de seus filhos não são crentes e vivem no mundo de costas para Deus. A dor é dolorosa!
Eu sou uma dessas mães, então eu posso entender essa dor. Embora tenhamos lutado com sentimentos de culpa, não devemos nos concentrar em nós mesmos. Sem justificar nossas faltas e pecados – que há e muitos – nos pede uma e outra vez o que fizemos de errado, só nos faz mal.
Ao longo dos anos, tive que aprender algumas lições que gostaria de compartilhar com você. Cada um deles me ajudou a ver esta situação dolorosa com uma perspectiva bíblica:
1. Nossos filhos não nos pertencem.
Deus nos emprestou para que possamos amá-los e guiá-los no caminho do Senhor. Antes de nascermos, devemos devolver nossos filhos a Deus, seu criador, como fez Ana com Samuel (1 Samuel 1:11).
2. Nós não somos seus salvadores.
Como pais, nossa responsabilidade é educar nossos filhos no temor do Senhor, mas não podemos salvá-los. A salvação é obra do Espírito Santo nos corações; não é recebido por herança, nem por trabalho ou vontade de carne ou sangue (João 1: 12-13).
3. Devemos parar de pregar.
Se ele ou ela já conhece o evangelho, o que eles precisam são pais que oram incessantemente em seu favor e vivem o que pregam.

Lembre-se de Mônica, a mãe de Agostinho de Hipona. Ela era uma crente fiel e seu filho conduziu uma vida equivocada cometendo pecados sérios que faziam sua mãe sofrer muito. No entanto, ela não parou de orar e interceder por seu filho. Daí a frase do bispo de Cartago que disse a Monica: “O filho de tantas lágrimas não se perderá”. A quem devemos chorar e insistir é Deus, não eles, porque Deus é o único que pode mudar seu coração (Lucas 18: 1-8).
4. Não espere o comportamento cristão.
Não espere comportamento de um cristão se seu filho não é um crente. Dói vê-los fumar, dizendo palavras obscenas, vestir-se como o mundo, ser imoral, e assim por diante. Mas esses são sintomas e o fruto de um coração que não é arrependido. O que temos de procurar não é que mude seu comportamento, mas é seu coração; Se o seu coração mudar você mudará sua vida, você será uma nova criatura e você verá o fruto do Espírito em sua vida (Gálatas 5: 22-24).
5. Não esqueçamos o poder da Palavra.
Lembre-se de que tudo o que vocês ensinaram a eles a partir da Palavra de Deus está lá; O Senhor pode usar qualquer circunstância para trazer à memória um verso ou uma passagem da Escritura e falar diretamente sobre sua consciência e coração. “Assim, a minha palavra sairá da minha boca; ela não voltará para mim vazia sem ter cumprido o que eu desejo, e alcançado o propósito para o qual eu a enviei” Isaías 55:11.
6. Ame incondicionalmente.

Como Deus nos ama. Não culpe constantemente todos os seus erros, pecados e estilo de vida. Seu filho sabe. Ele pode até estar lutando com seus próprios pecados; nós não sabemos, mas Deus faz. Mostre respeito por ele mesmo se você discordar de seu comportamento, assim como o Senhor nos amou com amor eterno (Efésios 2: 4-5).

7. Vamos constantemente apontar para Cristo.
Seu filho precisa ver Cristo e sentir a necessidade de ir a Ele. Mostre-lhes Cristo na sua vida, nas suas palavras, nas suas ações, nas suas relações com os outros e no seu relacionamento com ele ou ela.

Fale sobre Ele de uma maneira natural, sempre procurando oportunidades para falar sobre Seu trabalho na cruz para nós. Que você veja a beleza de Jesus em você. Você pode enviar mensagens com um verso da Bíblia de tempos em tempos, diga-lhes que os ama, que você sente falta deles e fica com eles para comer ou beber. Mesmo que eles não lhe digam, esses pequenos detalhes lhe agradam (Efésios 5: 1-2).
8. Não perca a esperança.
Seja paciente; enquanto há vida, há esperança. Embora Deus só saiba se um dia ele será um verdadeiro cristão, não devemos perder a esperança. Deus chama alguns da manhã, outros ao meio dia e outros à noite (Mateus 20: 1-16).
Não se sinta tentado a pensar que seu filho ou filha será condenado; Isso é somente para Deus e não para nós. Cabe a nós continuar a orar, amar e esperar que eles retornem ao Pai celestial e acolhê-los com alegria e celebrar como a parábola do filho pródigo (Lucas 15: 11-32). Confie em Deus.

 

Autora
Filha e servo de Deus pela pura graça. Esposa do pastor Luis Cano de 1985, mãe de Bequi e Débora. Juntamente com o marido, ela atua na “Igreja cristã evangélica” de Ciudad Real, na Espanha. Ela também é professora de inglês em uma escola pública de ensino fundamental. Há 30 anos, participou ativamente da “Associação dos Camps Cristãos Castilla La Mancha” para crianças e adolescentes.

Link para o artigo original em espanhol

https://www.thegospelcoalition.org/coalicion/article/que-hago-si-mi-hijo-es-indiferente-al-evangelio

Recursos Contra a Ideologia de Gênero

pygpybuno

Nesse artigo, quero trazer vários recursos, como podcasts, filmes, livros, pregações e palestras, etc. Pelas quais os pais, pastores e líderes cristãos, professores e demais interessados possam estar melhor preparados para responder e lidar com a ideologia de gênero.

A ideologia de gênero, também conhecida como teoria queer ou teoria de gênero, ela tem tomado espaço em praticamente tudo o que nos cerca, seja através do apoio financeiro ou mesmo do ativismo explicito ou implícito, como em desenhos animados para crianças, campanhas publicitárias (Natura, C & A) , músicas, videoclipes, séries (Supergirl, Legendo f Tomorrrow), filmes, novelas (A Força do Querer), roupas e produtos unissex ou mistos, etc.

Cabe principalmente aos pais o dever de educar, ensinar e preparar os seus filhos para enfrentar esse mal do nosso tempo e, que a semelhança de Golias tem se levantado para afrontar ao Senhor e ao seu povo, bem como a toda as famílias de bem.

Como resposta trago essa lista de recursos contra a ideologia de gênero, para que você saiba o que realmente é essa ideologia, quais são as suas implicações a curto, médio e longo prazo em nosso país e mundo, quais setores e meios tem sido dominados por ela e seus ativistas e com enfrenta-la.

Segue-se abaixo a nossa lista de recursos contra a teoria Queer ou mais conhecida como Ideologia de Gênero:

-PODCASTS
http://bibotalk.com/podcast/lado-a-lado/lado-lado-004-educacao-sexual/ Educação Sexual
http://bibotalk.com/podcast/btcast169/ Amor é Cristão, Sexo é…
http://bibotalk.com/podcast/btcast-149-pornificados/ Pornificados
http://bibotalk.com/podcast/btcast-132-luxuria/ Lúxuria
http://bibotalk.com/podcast/btcast-069-teologia-do-sexo/ Teologia do Sexo
http://bibotalk.com/podcast/btlero-007-sexo-na-tv/ Sexo na TV
http://www.irmaos.com/298-identidade-de-genero/ Identidade de Gênero
http://www.irmaos.com/65-sexualidade/ Sexualidade
http://www.irmaos.com/130-homossexualidade/ Homossexualidade
http://bibotalk.com/podcast/contraponto-019-desvendando-animacoes/
http://bibotalk.com/podcast/fora-do-eden/fde-29-cracolandia-pais-convocados-no-ms-caio-fabio-preso/
http://bibotalk.com/podcast/btcast-107-teologia-genero-e-politica/
http://bibotalk.com/podcast/fora-do-eden/fde-33-igreja-na-franca-genero-nas-escolas-e-bancada-evangelica/

– LIVROS
Famílias em Perigo. De Marisa Lobo
A Ideologia de Gênero na Educação. De Marisa Lobo
Orientações sobre Sexualidade Infantil. De Guilherme Schelb
Cansei de ser Gay. Editora Central Gospel
Nascido Gay? , Autor Dr.Jonh H. S. Tay. Editora Central Gospel
FAMÍLIA – Lugar de Refúgio ou Campo de Batalha? Editora Central Gospel
A Estratégia (THE AGENDA) – O PLANO DOS HOMOSSEXUAIS PARA TRANSFORMAR A SOCIEDADE. De Rev. Louis P. Sheldon, Editora Central Gospel;
Educação Cristã – Uma Jornada para Toda a Vida. Editora Central Gospel;
A Cosmovisão Sexual Cristã do Andrew Sandlin, publicação da Editora Monergismo;
Desintoxicação Sexual – Um Guia para Homens que querem fugir da imoralidade sexual. De Tim Challies, Editora Vida Nova;
O Cristão e as questões éticas da atualidade, de Walter C. Kaiser Jr. Editora Vida Nova;
Sexo e a supremacia de Cristo (John Piper – Justin Taylor) da Editora Cultura Cristã;
Amor de Verdade Num Mundo de Falsidade (Robbie Castleman), da Editora Cultura Cristã;
Desintoxicação sexual: Um guia para o jovem solteiro (Tim Challies) publicado pelo iProdigo;
Macho e fêmea os criou (Carlos Catito Grzybowski) da Editora Ultimato;
Vamos falar sobre sexo (Priscila Guerra – Richarde Guerra) da Igreja Batista da Lagoinha;
Série Teen – Volume 1 (Vários Autores) da Editora Vida Nova;
Meu Filho Cresceu e Agora? (Jaime Kemp) da Editora Hagnos;
Eros e Sexualidade (John White), da Editora Ultimato;
Sexo Não é Problema (Lascívia, Sim) – (Joshua Harris), da Editora Cultura Cristã;
Sexualidade e Reformissão (Mark Driscoll)
Enfrentando tempestades – Aluno (David e Carol Sue Merkh), da Editora Hagnos;
Enfrentando tempestades – Professor (David e Carol Sue Merkh), da Editora Hagnos;
Sexo e intimidade (Dr. Ed Wheat e Gaye Wheat), da editora Mundo Cristão;
E outras dicas no link abaixo
https://livros.gospelmais.com.br/livro-tag/sexualidade/page/2

 

– PREGAÇÕES





 

– SITES E BLOGS
https://s3.amazonaws.com/padrepauloricardo-files/uploads/uieqgb3e61nagba20sna/CartilhaIdeologiaGenero.pdf
http://biopolitica.com.br/index.php/videos/49-a-historia-de-david-reimer
https://padrepauloricardo.org/blog/pais-sao-presos-por-nao-aceitarem-ideologia-de-genero
http://naomordamaca.com/
http://www.euescolhiesperar.com/
http://voltemosaoevangelho.com/blog/assunto/vida-crista/problemas-da-vida/sexualidade/
http://bereianos.blogspot.com.br/2017/03/pornografia-consideracoes-biologicas.html
http://bereianos.blogspot.com.br/2017/03/deus-odeia-imoralidade-sexual.html
http://www.irmaos.com/?s=sexualidade
http://www.irmaos.com/2418-falta-de-limite-estimulam-sexualidade-adolescente-torta-dizem-especialistas/
http://www.semprefamilia.com.br/?s=ideologia+de+genero

-YOUTUBE







https://www.youtube.com/user/Consultoriont
https://www.youtube.com/user/ntsemtabus
https://www.youtube.com/watch?v=BHMwI9kgYwU Resenha sobre o Livro Cosmovisão Sexual Cristã

Esses são alguns recursos que temos a disposição para entender o que é a ideologia de gênero, bem como as suas implicações para nossas famílias e sociedade. Mas também como podemos estar preparados para lidar com essa ideologia, seja aonde ela se manifestar (escola, trabalho, faculdade, etc).

As principais pessoas que tem se levantado contra a ideologia de gênero aqui no Brasil são: Pr. Silas Malafaia, Procurador Guilherme Schelb e a Psicóloga Cristã Marisa Lobo. Nesse artigo, trago alguns materiais produzidos por eles.

Estejamos Vigilantes!

“O propósito é que não sejamos mais como crianças, levados de um lado para outro pelas ondas, nem jogados para cá e para lá por todo vento de doutrina e pela astúcia e esperteza de homens que induzem ao erro”
Efésios 4:14

Em Cristo Jesus,

Filipe Paulo Christian

É EM CASA QUE SE APRENDE!

7ed7d6_122d8206e5f44646889e6fd1117a014b-mv2

É EM CASA que as crianças devem aprender:
– Bom dia, boa tarde e boa noite
– Por favor; Com Lincença; Me desculpe; Me Perdoe
– Muito obrigado, Grato, Errei

É EM CASA que também se aprende:
– Ser honesto
– Ser pontual
– Não xingar
– Ser solidário
– Respeitar a todos: parentes, amigos, vizinhos, professores, colegas, idosos, autoridades, etc.
Também EM CASA é que se aprende:
– A comer de tudo que se tem a mesa
– A Cuidar das suas coisas
– Não mexer nas coisas dos outros
– Respeitar as regras, usos e costumes
– Amar a Deus
Porque NA ESCOLA os professores devem ensinar:
– MATEMÁTICA
– PORTUGUÊS
– HISTÓRIA
– GOEGRAFIA
– LÍNGUA ESTRANGEIRA
– CIÊNCIAS
– QUÍMICA
– FÍSICA
– BIOLOGIA
– FILOSOFIA
– SOCIOLOGIA
– EDUCAÇÃO FÍSICA
– ARTES
E apenas reforçam o que o aluno aprendeu EM CASA!!!
NA ESCOLA NÃO SE APRENDE SOBRE:
– SEXO
– IDEOLOGIA DE GÊNERO
– ATIVISMO LGBTZ
– COMUNISMO
– ESQUERDISMO
– ISLAMISMO
“UMA CAMPANHA CONTRA A INVERSÃO DE VALORES E A FAVOR DA FAMÍLIA E DE UM MUNDO MELHOR”

FONTE: WEB/REDES SOCIAIS

Como ler a Bíblia por você mesmo

1592801552-biblia-no-hotel

Leia o significado que o autor lhe deu, não o seu.
Quando lemos, queremos saber o que o autor nos pretende dizer e expressar em sua escrita. Ele tinha uma intenção quando escreveu. Nada mudará isso. Está lá, é um evento passado e objetivo na história.
Não estamos simplesmente lendo para ter uma experiência subjetiva. Lemos para descobrir mais sobre a realidade objetiva. Não estou satisfeito com o que me vem à mente quando leio. O significado de uma frase, ou uma palavra, ou uma carta, é o que o autor pretendia que transmitir por ela. Portanto, o significado é o primeiro objetivo de toda boa leitura.
Faça perguntas para desbloquear as riquezas da Bíblia.
De fato, quando lemos, geralmente não pensamos até enfrentarmos um problema que precisa ser resolvido, um mistério a ser revelado, ou um quebra-cabeça a ser decifrado. Até que nossas mentes sejam desafiadas, e passamos da leitura passiva para a leitura ativa, passamos por muitas idéias.
Perguntar-nos é uma maneira de criar um problema ou um mistério para resolver. Isso significa que o hábito de fazer perguntas desperta e sustenta nosso pensamento. Estimula nossa mente enquanto lemos, e nos leva profundamente ao verdadeiro significado de uma passagem.

1. Pergunte pelas palavras.
Pergunte sobre definições. O que significa esta palavra nesta frase específica? E lembre-se, estamos perguntando o que o autor pretende com a palavra, não o que pensamos que isso significa. Isso significa que as palavras terão diferentes significados em textos diferentes.
2. Pergunte sobre frases.
Uma frase é um grupo de palavras sem um verbo descrevendo alguma ação ou pessoa ou coisa. Por exemplo: “Coloque o pecado à morte pelo Espírito”. “Pelo Espírito” descreve a atividade. Ele nos diz como nós matamos o pecado em nossas vidas. Olhe atentamente para frases como estas e pergunte o que elas estão explicando especificamente.
3. Pergunte sobre relacionamentos entre proposições.
Uma proposição é um grupo de palavras com um sujeito e um verbo. A maneira como as proposições se relacionam entre si é uma das questões mais importantes que podemos fazer. Muitas vezes haverá uma pequena palavra de conexão que contém a resposta (por exemplo: mas, se e, portanto, por quê). Às vezes, as principais diferenças entre teorias inteiras derivam desses conectores.
4. Pergunte como o contexto ajuda a definir o significado de palavras e frases.

Você não pode saber exatamente o que significa uma proposição até que você conheça o significado das palavras, e você não pode conhecer o significado das palavras até que você conheça o significado da proposição. É um círculo, mas não é um círculo sem esperança. As palavras têm um alcance limitado de significados compartilhados.
Os equívocos sobre o significado de uma palavra geralmente são definidos apenas no final da frase ou parágrafo. Embora as palavras em si possam ter vários significados, o conteúdo e as relações das proposições em torno deles geralmente esclarecem o significado específico que o autor pretende que eles tenham.
5. Pergunte sobre conexões com outras partes da Bíblia.
Temos que perguntar como o significado que estamos vendo em uma passagem se encaixa com outras passagens. Existem confirmações em outras partes da Bíblia? Existem passagens que parecem contraditórias ou inconsistentes?
Quando sinto tensão entre dois versos ou passagens, nunca assumi que a Bíblia seja inconsistente. Em vez disso, acho que não estou vendo tudo o que preciso ver. Se não vi o suficiente para explicar a aparente inconsistência, provavelmente deveria fazer mais perguntas para me ajudar a ver mais. Poucas coisas nos fazem aprofundar e enriquecer-nos mais em nosso conhecimento de Deus e seus caminhos, do que esse hábito de perguntar a lógica que existe entre os textos, embora, no início, eles não parecem encaixar.
6. Pergunte sobre a aplicação.

O objetivo dos escritores da Bíblia não é simplesmente saber, mas ser e fazer. Portanto, temos que ter o hábito de fazer perguntas sobre a aplicação. Para nós, Nossa igreja e nossos relacionamentos. Ao mundo. A tarefa da aplicação nunca foi concluída. Há milhões de maneiras pelas quais um texto pode ser aplicado, e milhões de situações e relacionamentos a serem aplicados. Nosso trabalho não é conhecer todas as aplicações, mas crescer na aplicação do significado da Escritura às nossas vidas.
7. Pergunte sobre afecções; as respostas apropriadas do coração.
O propósito da nossa leitura da Bíblia não é apenas a resposta da mente, mas do coração. Toda a gama de emoções humanas são possíveis respostas ao significado da Bíblia. Deus nos deu a Bíblia, não só para informar nossas mentes, mas também para transformar nossos corações, nossas afeições. A Palavra de Deus é honrada não só pela compreensão correta, mas também pelo sentimento correto.
Em cada página, ore e peça a ajuda de Deus.
“Senhor, incline nossos corações para a sua Palavra. Dê-nos um desejo por isso. Abra nossos olhos para ver maravilhas lá. Envie nossas vontades e nos dê um espírito obediente. Satisfaça nossos corações com uma visão de Ti e seu caminho para nossas vidas.”

Originalmente publicado em Desiring God.

John Piper (@JohnPiper) é fundador e professor de desingGod.org e Ministro da Bethlehem College and Seminary. Durante 33 anos, trabalhou como pastor da Igreja Batista de Belém em Minneapolis, Minnesota. Ele é o autor de mais de 50 livros.

Link do artigo original em espanhol

https://www.thegospelcoalition.org/coalicion/article/como-leer-la-biblia-por-ti-mismo