Arquivo da tag: Homens

Criação de Filhos, HOJE!

25coisas-750x422

Talvez um dos mais maiores desafios de se ter filhos é que a maioria da minha idade NÃO FOI CRIADA PARA TER FILHOS.

Não foram ensinados que um dia seriam pais e mães. A ideia de cuidar do irmão (quando é que se tinha) já era estranha. O homem não aprendeu a cuidar da mãe e da irmã; a mulher não sabe suas responsabilidades do lar e nunca aprende a trocar uma fralda e ficar noites acordadas por causa de algum bebê.

Some-se isso ao fato de que a paternidade/maternidade envolve completa mudança nas perspectivas e envolve um altíssimo teor de mudança de rumo e a tragédia está anunciada.

Por isso, se hoje você tem filhos, não os crie SOMENTE para uma boa carreira. Resgate a importância da família, do casar cedo e ter filhos ainda na flor do vigor físico e mental. A escola e faculdade podem dar uma ajuda na parte técnica, mas NADA substituirá os ensinamentos aprendidos em casa e que serão gravados no coração.

Autor

Filipe Machado, do Ministério Homens de Honra CV

Anúncios

PORNOGRAFIA

ER7_RE_SS_TEASER_570kbps_2016_03_254aad806f_7a94_42d9_8c3c_5a3050e5d033_thumb

Um dos principais motivos dos pedidos de aconselhamento que recebo, está relacionado a pornografia. Sem simplificar algo que é complexo, permita-nos compartilhar alguns passos que podem te nortear.

I. ARREPENDIMENTO
II. ENFRENTAMENTO
III. CONFISSÃO
IV. DISCIPLINA
V. ACOMPANHAMENTO

• O ARREPENDIMENTO, não pode ser só a vergonha do ato. Remorso e arrependimento são coisas diferentes. Judas sentiu remorso e se deixou consumir pela dor; Pedro arrepende-se e rendeu-se a Graça!
• O ENFRENTAMENTO, é a admissão da realidade: você está viciado! O efeito causado no cérebro, tanto na dominação das emoções, quanto a loucura da abstinência e na destruição de freios morais, é bastante semelhante aos efeitos causados pelo uso de drogas. Assim como, para receber o perdão, o Espírito Santo nos convence de quem somos (pecadores), para o processo de cura é necessário o reconhecimento de como você está: viciado!

 

• A CONFISSÃO, precisa vir! O processo de cura só será possível se sua esposa fizer parte dele! Muitos maridos temem exatamente esse ponto, por vergonha e medo. É isso também é um reflexo que demonstra a total falta de diálogo na maioria dos casamentos. Prática abandonada, pecado confessado, processo de cura iniciado!

 

• A DISCIPLINA, não é a exclusão ou o famoso “banco”. A disciplina, são práticas espirituais, onde a carne é modificada. Oração, jejum, leitura sistemática da Bíblia, leitura de bons livros e meditação na grandeza de Deus. Tudo isso precisa fazer parte!

 

• E O ACOMPANHAMENTO, precisa ser constante! Homens de Honra mentoriam outros homens! Você precisará do seu pastor, ou de um casal de amigos piedosos, que possam aconselha-los e acompanhá-los. Eles serão fundamentais em todo o processo, e com grande ênfase, apoiando sua esposa.

A santificação é tanto um ato passivo, quando Deus a opera em nós, quanto ativo, que devemos prosseguir em buscar ao Senhor. Não trata-se de busca de mérito por esforço próprio, mas de confiar na suficiência de Cristo, e baseado em Cristo, avançar resoluto!

Autor

Felipe Rocha

Líder do Ministério Homens de Honra CV, em São Paulo – Brasil.

A benção de uma excelente esposa

7b7ed6649f4794e65d0004c1e0f6ac2e

Poucas influências afetam o coração de um homem para Deus mais do que sua esposa, para melhor ou para pior. Ela encorajará sua devoção espiritual ao Senhor ou a impedirá. Ou ela expandirá sua paixão por Deus ou derramará água fria sobre ela. Que tipo de esposa estimula o crescimento espiritual de seu marido? Provérbios 31: 10-31 fornece um perfil da esposa que é digna da confiança de seu marido. Tal esposa é a encarnação da verdadeira sabedoria de Deus, fazendo com que o marido confie nela completamente.
“Uma mulher virtuosa, quem poderá encontrá-la? Seu valor excede em muito o das jóias “(v.10).

Uma mulher tão boa é difícil de encontrar. A palavra virtuoso (hayil) pode significar “força, habilidade, valor ou dignidade”. Esta mulher exemplifica cada uma dessas qualidades, tendo grande competência, caráter nobre e um forte compromisso com Deus e sua família.

Somente o Senhor pode fornecer uma mulher tão excelente: “A casa ea riqueza são a herança dos pais, mas a mulher sábia vem do Senhor” (Provérbios 19:14). “Aquele que achou uma mulher achou uma coisa boa, e ganha o favor do Senhor” (18:22). Esta mulher virtuosa é um presente inestimável de Deus.
Não é de admirar que “Nela confie o coração do seu marido” (v. 11)? O marido tem fé nela porque “ela o traz bem e não é mau todos os dias de sua vida” (versículo 12). Ela traz muitos pontos fortes para seu casamento, cada um particularmente adequado para complementar suas fraquezas. Seus dons imediatamente se tornam ganho para ele, e lhe dá muitos motivos para confiar nela.

Seu serviço
Em primeiro lugar, esta esposa extraordinária serve-o incansavelmente. Não fique ociosa, mas “procura lã e linho”, então “com prazer trabalha com as mãos” (versículo 13) para fazer fio e material. Ela é “como o navio mercante” (v. 14), que busca em busca do melhor tecido, ao melhor preço, para fazer as melhores roupas. Essa mulher abnegada “sobe quando ainda é noite” (v. 15) para preparar comida para sua família. Como uma excelenta administradora, ela supervisiona “suas donzelas/servas”, pois elas servem com ela na casa.
Seu sucesso
Em segundo lugar, essa mulher empreendedora exerce um bom juízo em suas muitas negociações. Inteligentemente “avalia um campo”, então compra-o. Lá ela planta uma “vinha” (verso 16). Por sua forte resolução (v. 17) ela ganha dinheiro extra para sua família. Esses negócios “vão bem” (v. 18), fornecendo recursos adicionais para compartilhar com os outros. Ela trabalha muito bem na “noite” com sua “roca” e “fuso” (v. 19) para fazer roupas para sua família.
Seu sacrifício
Em terceiro lugar, esta mulher diligente dá generosamente “os pobres” e “os necessitados” (v. 20). À medida que a “neve” se aproxima, a sua família também. Ela planejou para o futuro, fazendo roupas “duplas” (v. 21) para aqueles em sua casa. Ela não poupa nenhum esforço nem custa, fornecendo o melhor que pode. Depois de providenciar para os outros, esta esposa trabalhadora faz “roupões” e roupas para si mesma “linho fino e roxo” (verso 22). Sua habilidade de oferecer roupas caras é uma evidência clara do favor de Deus em relação ao seu trabalho.
Sua Sabedoria

Em quarto lugar, suas muitas virtudes aumentam a posição do marido nos “portões da cidade” (v. 23), onde os líderes da cidade se encontram. Com grande habilidade, esta excelente esposa “faz”, “vende” e “fornece” (v. 24) seus bens. Apesar de ser muito competente, ela não compete com a liderança de seu marido, mas sustenta com sua humilde submissão e todos sabem disso.
Sua força
Em quinto lugar, essa esposa preciosa olha para o futuro com “força” interna e “dignidade” (v. 25). Embora ela antecipe muitos desafios, ela ainda “sorri” (v. 25) com confiança positiva no cuidado providencial do Senhor. Ela antecipa que a disposição celestial atenderá todas as necessidades de sua família. Quando as pessoas procuram seu conselho, ela fala palavras de “sabedoria” e “bondade” (v. 26). Embora esteja ocupada fora da casa, ela não negligencia “a casa dela” (v.27).
Sua supremacia
Em sexto lugar, ela é uma boa mãe que, como seus filhos observam sua excelência, “eles a chamam de abençoada” (versículo 28). Seu marido vê seus traços de caráter em criar filhos e “a elogia”. Ele se orgulha de que ela supera todas as mulheres (v.29). Em seus olhos, não há nenhum que possa legitimamente reivindicar ser o seu igual.
Sua espiritualidade
Sétimo, a verdadeira grandeza desta mulher é a sua devoção espiritual. Ela “teme o SENHOR” (v. 30). “Graça” e “beleza” são “enganosas” e “vãs”. Sua verdadeira atração por ele é a sua reverência por Deus. Mesmo os líderes da cidade “a louvam” nos “portões” (v. 31), reconhecendo a integridade de sua vida. Seu marido recompensa sua fidelidade e seu trabalho. Ele é o mais abençoado dos homens.

Não é de admirar que seu marido confie nela? A realidade de Deus em sua vida faz você digna de sua plena confiança. Por estimativa, ela é “coroa de seu marido” (12: 4). Somente Deus pode prestar uma ajuda tão excelente.
O Senhor lhe deu uma esposa tão boa? Você vê como isso é específico para você? Você reconhece como sua eficácia aumentou para o Senhor? Em seguida, dê graças a Deus por essa mulher em quem seu coração confia.
Originalmente publicado em Ligonier.

Autor

Steven Lawson é o presidente e fundador da OnePassion Ministries, professor assistente da Ligonier e autor de inúmeros livros.

Link do artigo original em espanhol

https://www.thegospelcoalition.org/coalicion/article/la-bendicion-de-una-esposa-excelente

Qual o problema com Banheiros Unissex?

 

banheiros-unixex-310x165

Desde a primeira vez que pude ouvir e conhecer mais a respeito da ideologia de gênero, pude perceber claramente suas implicações nas famílias, igrejas, empresas, vida em sociedade e no mundo todo, como hoje em dia podemos constatar ao fazer uma simples pesquisa no Google.

Vemos notícias que falam de doutrinação ideológica nas escolas com crianças pequenas até adolescentes (principalmente eles e com ou sem o consentimento dos pais), perda ou retirada da guarda dos próprios filhos no Canadá (caso os pais discordem da ideologia de gênero), ensino explicito e implicito da ideologia de gênero e ativismo LGBTZ em desenhos infantis, séries e filmes cada vez mais, bem como tantas outras tristes notícias de como a ideologia de gênero tem se espalhado em todo o mundo, como um câncer nas famílias, sociedade, nações e mundo todo.

E inclusive, para a nossa tristeza, muitas igrejas outrora cristãs agora estão abraçando a teoria/ideologia de gênero, feminismo, apoio ao aborto, etc. Podemos encontrar não somente na Europa, EUA e Canadá, mas também aqui no Brasil. Onde existem várias igrejas apóstatas quer seja declaradamente ou discretamente ao serem politicamente corretos aos padrões do mundo.

E dentre essas tantas notícias e implicações, vem a questão dos banheiros mistos, únicos, trans, ou qualquer outro nome que queiram usar para essa bizarrice deles.

O problema da implantação dessa idéia diabólica e absurda (que infelizmente tem sido acatada por cada vez mais setores da nossa sociedade) é que ignora claramente e descartar totalmente as diferenças físicas, genéticas, fisiológicas, psicológicas e sociais entre os homens e as mulheres.

Além de acabar por colocar crianças, adultos, meninos e meninas, homens e mulheres, pessoas de diferentes procedências e contextos, tudo em um só lugar. O que acaba por trazer constrangimento, casos de estupros e violência contra as mulheres, roubos, etc.

 

E tudo isso pra quê?

banheiro

 

Simplesmente para atender caprichos de pessoas egoístas, ignorantes e que sempre recorrem ao vitimismo, argumentos sentimentais e apelativos (e nada cientificos!) e que sempre rotulam quem discorda deles como “homofóbicos”, “Opressores”, dentre outros adjetivos, substantivos e palavras novas que eles mesmos criam e definem o seu significado.

Ao se criarem banheiros mistos ou por ideologia de gênero, criam-se sérios problemas para a sociedade como um todo, somente por causa de uma minoria. Vejamos:

– Ignorar, Rejeitar e Deturpar as claras diferenças biológicas entre HOMENS e MULHERES;

– Sujeita crianças e adolescentes (meninos ou meninas) a serem roubados, assediados, abusados e violentados;

– Possibilidade já comprovada de maior indice de crimes contra as mulheres, como assédio sexual, constrangimentos, estupro, etc;

– Desrespeito aos direitos da maior parte da população brasileira;
Além de tantas outras consequências que virão sobre todos aqueles que são coniventes com essa prática absurda.

Que os homens possam continuar urinando em pé como sempre foi e as mulheres possam conversar com suas amigas, arrumar a maquiagem ou cabelo e, relaxar sentadas e tranquilas sem medo de serem estupradas dentro do banheiro.

Não concordamos com o banheiro misto e outras invenções doentias oriundas da ideologia de gênero, feminismo e ativismo LGBTZ.

Como já dizia um dito popular bem conhecido aqui no Nordeste:
“Cada macaco no seu galho”, ou seja, cada um no seu devido lugar/local.
Nada mudará o fato comprovado bíblica, social, mental, cultural, histórico e cientifico de que só existem dois sexos/gêneros – Homem e Mulher. E isso nunca mudará, ainda que mudem o exterior.

Em Cristo Jesus,
Filipe Paulo Christian

 

 

Para se aprofundar no assunto…
https://ipco.org.br/ipco/loucura-da-ideologia-de-genero-escola-maternal-na-suecia-proibe-que-criancas-sejam-tratadas-como-meninos-e-meninas/#.WapABvk97IU
https://pt.zenit.org/articles/o-exemplo-da-suecia-um-pais-totalmente-contaminado-pela-ideologia-de-genero/
https://guiame.com.br/gospel/mundo-cristao/rede-globo-esta-se-especializando-em-destruir-familia-diz-pastor-ex-gay.html
http://www.apocalipsenews.com/brasil/brasil-dilma-decreta-reconhecimento-da-identidade-de-genero-e-gays-poderao-usar-o-mesmo-banheiro-da-sua-filha/
http://www.rainhamaria.com.br/Pagina/19986/A-verdade-sobre-a-guerra-dos-banheiros-O-movimento-para-permitir-que-as-pessoas-usem-o-banheiro-de-sua-escolha-nada-mais-e-do-que-a-fase-mais-recente-da-revolucao-sexual
http://www.citizengo.org/pt-pt/fm/70881-pela-revogacao-do-decreto-do-governo-do-estado-sao-paulo-que-autoriza-uso-dos-banheiros
https://www.passedigital.com.br/post.jsp?u=2147483647&p=2zYNkz&redirect=1
http://www.conservadorismodobrasil.com.br/2017/04/o-equivoco-da-ideologia-de-genero-quanto-ao-uso-dos-banheiros.html
http://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/acesso-a-banheiros-escolares-por-identidade-de-genero-volta-a-gerar-polemica-2ffwh8qznpvlvi6638ucl7s45
http://www.rededefesadafamilia.com.br/voce-sabe-o-que-e-um-banheiro-que-respeita-a-identidade-de-genero/

5 Características de um Líder Servo

filmes_8264_jesus15125215125

Todos os que professam ser cristãos concordam que um líder cristão deve ser um líder que serve. Jesus não podia ser mais claro:

“E disse-lhes Jesus: Os reis dos gentios são o senhor sobre eles; E aqueles que têm autoridade sobre eles são chamados benfeitores. Mas não é assim com você; Mas o mais velho entre vocês, deixe-o ser como o mais novo, e aquele que dirige como alguém que serve, “Lucas 22: 25-26.

Sempre que o acordo não é alcançado, é em como a liderança do serviço deve ser vista em uma determinada situação. Às vezes, os líderes servos lavam os pés dos outros, por assim dizer (João 13: 1-17), mas outras vezes repreendem (Mt 16:23), e até disciplinam (Mt 18: 15-20). Às vezes, eles servem às suas próprias custas (1 Coríntios 9: 7), mas outras vezes emitem comandos fortes (1 Coríntios 5: 2; 11:16).

Entrando na água enlameada

Outros fatores nublam ainda mais as águas para nós. Para começar, todos os líderes cristãos têm pecado que habita neles, o que significa que mesmo no auge de sua maturidade, eles ainda permanecerão servos defeituosos. Adicione a isso o fato de que a maioria dos líderes ainda não chegou à maturidade. Adicione a isso o fato de que todos os seguidores cristãos também têm pecado que habita neles e a maioria ainda não alcançou nosso grau de maturidade.

Adicione a isso o fato de que diferentes temperamentos, experiências, presentes e chamadas influenciam a forma como certos líderes tendem a servir e como certos seguidores tendem a perceber essa liderança; A tentativa genuína de servir como líder poderia ser interpretada por um seguidor genuíno como uma tentativa de “controlar a fé” (2 Coríntios 1:24). E então, há líderes que são lobos e egoístas que, ao enganar seus seguidores, parecem se comportar por um tempo de maneira semelhante aos líderes  servos.

Então, determinar se um líder está agindo com um coração de serviço semelhante a Cristo requer discernimento compreensivo, paciente e humilde. Não é simples. Não há descrição de um líder servo que se aplica a todos. As necessidades e os contextos da igreja em geral são muito amplos e variados e exigem diferentes tipos de líderes e liderados. Devemos cuidar dos nossos próprios preconceitos na avaliação dos corações dos líderes. Cada um de nós é mais ou menos atraído por certos tipos de líderes, mas nossas preferências podem ser padrões pouco confiáveis ​​e até mesmo sem piedade.

As marcas de um líder servo

Mesmo assim, o Novo Testamento nos ensina a agir com a devida diligência no discernimento da aptidão de um líder cristão (veja, por exemplo, 1 Timóteo 3: 1-13). Que características procuramos em um líder que sugere que sua orientação fundamental é um serviço de Cristo? Esta lista não é de forma alguma exaustiva, mas aqui estão cinco indicadores-chave.

1. Um líder servo busca a glória de seu Mestre.

E seu Mestre não é sua reputação ou a circunscrição de seu ministério; É Deus. Jesus disse: “Quem fala de si mesmo procura a sua própria glória; Mas aquele que busca a glória daquele que o enviou, Ele é verdadeiro e não há injustiça nele “(João 7:18). Um líder cristão é servo de Cristo (Efésios 6: 6), e mostra ao longo do tempo que Cristo – não aprovação pública, posição ou segurança financeira – tem sua lealdade primária. Nisto ele “jura a si mesmo e não muda” (Salmo 15: 4).

2. Um líder servo procura sacrificialmente a maior alegria daqueles a quem serve.

Isso não entra em conflito com a busca da glória de seu Mestre. Jesus disse: “Quem entre vós quiser ser grande, deverá ser servo … tal como o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos” (Mateus 20:26 28). Seja qual for o seu temperamento, mistura de talentos e qualidades, habilidades, ou esfera de influência, vai fazer os sacrifícios necessários a fim de obter “progresso e alegria na fé” de pessoas, resultando na glória de Deus (Fil. 1 25: 2: 9-11).

3. Um líder servo renunciará aos seus direitos em vez de obscurecer o evangelho.

Paulo disse assim: “Eu me tornei um escravo de todos os homens para ganhar o máximo que puder” (1 Coríntios 9:19). O que isso significava para ele? Isso significava que às vezes se absteve de certos alimentos e bebidas, ou recusou o apoio financeiro de quem serviu, ou trabalhou com as próprias mãos para cuidar de si mesmo, com fome ou humildemente vestido, ou foi espancado ou estava sem Casa, ou sofreu desrespeito dentro e fora da igreja (1 Cor. 4: 11-13; 9: 4-7). E decidiu não se casar (1 Coríntios 9: 5). Tudo isso antes de ser martirizado. A barra de serviço de Paulo pode ter sido extraordinariamente alta, mas todos os líderes servos renderão seus direitos se eles acreditam que mais ganhará para Cristo como resultado.

4. Um líder servo não se preocupa em ter visibilidade ou reconhecimento pessoal.

Como João Batista, um líder servo vê-se como um “amigo do noivo” (João 3:29), e não se preocupa com a visibilidade de seu próprio papel. Ele não considera aqueles com funções menos visíveis como menos importantes, nem os papéis da ganância mais visíveis e mais significativos (1 Cor. 12: 12-26). Ele procura administrar a posição que recebeu da melhor maneira possível e, voluntariamente, deixa a atribuição de papéis a Deus (João 3:27).

5. Um líder servo antecipa e aceita gentilmente o momento de sua descida.

Todos os líderes servem apenas por uma temporada. Algumas temporadas são longas, algumas curtas; Alguns são abundantes, alguns austero; Alguns são gravados e lembrados, a maioria não é. Mas todas as estações acabaram. Quando João Batista reconheceu o fim de sua temporada, ele disse: “E então, essa alegria é completa. Ele deve aumentar e, eu devo diminuir “(João 3: 29-30).

Às vezes, um líder é o primeiro a reconhecer o fim de sua temporada, às vezes os outros o reconhecem primeiro, e às vezes Deus permite que uma estação termine injustamente para fins que o líder não pode entender naquele momento. No entanto, um líder servo renuncia voluntariamente ao seu papel por causa da causa de Cristo, porque sua identidade e confiança não estão em seu chamado, mas em Cristo.

Seja misericordioso com os seus líderes

Nenhum líder cristão terrestre é a encarnação perfeita dessas cinco marcas fundamentais de um servo. Somente Jesus possui essa distinção. A grande maioria de nossos líderes são servos imperfeitos que tentam ser fiéis.

Assim, alguns dos maiores dons que podemos dar aos nossos líderes são:

1) o nosso espírito explícito quando vemos qualquer uma dessas graças neles (liberar nossas línguas),

2) mantê-los pacientemente em silêncio quando tropeçam (segure nossas línguas) E

3) o nosso julgamento simpático e nosso amplo feedback sobre as decisões que suscitam questões e preocupações (restrição do idioma). E os três podem ser aplicados tão facilmente falando sobre nossos líderes como falando com eles.

Se um líder precisa de ajuda para reconhecer o fim de sua temporada, seus amigos fiéis possam dar-lhe um apoio amoroso, gentil e paciente, e, se necessário, uma repreensão.

Mas às vezes, como Diótrefes (3 João 9), os defeitos pecaminosos de um líder são muito prejudiciais, ou como Judas (Lucas 6:16), eles provam ser um lobo. Naquele ponto, uma resposta misericordiosa seria que os seguidores apropriados, piedosos e maduros tomassem a útil iniciativa de repreender (Mateus 16:23), e até disciplinar (Mt 18: 15-20). Saberemos que alcançamos esse ponto porque, depois de uma temporada de observação, ficará claro que essas cinco marcas estão notoriamente ausentes desse líder.

Originalmente publicado em Desing God.

Jon Bloom atua como autor, membro do conselho e co-fundador de Desiring God. Ele mora em Minnesota com sua esposa, Pam, seus cinco filhos e seu cachorro.

Quem é Patrick Morley?

CN-Interviews-Patrick-Morley-On-Right-Living-For-Christian-Men

PATRICK MORLEY

PRESIDENTE E CO-CEO HOMEM NO ESPELHO

Por três décadas Patrick Morley tem sido considerado como uma das mais respeitadas autoridades dos Estados Unidos sobre os desafios e oportunidades únicas que os homens enfrentam.

 

Depois de passar a primeira parte de sua carreira no mundo altamente competitivo do desenvolvimento imobiliário, Patrick tem sido usado em todo o mundo para ajudar os homens a pensar mais profundamente sobre suas vidas.

 

Em 1973, Patrick fundou Morley Properties, que, por vários anos, foi saudada como uma das 100 maiores empresas privadas da Flórida. Durante este tempo ele foi o presidente ou sócio-gerente de 59 empresas e parcerias.

 

Todas as manhãs de sexta-feira desde 1986, Patrick ensinou um estudo bíblico a aproximadamente 10,000 homens – 150 homens vivem em Orlando, Flórida e os outros através de um webcast de Vídeo Estudo Bíblico através da Internet em todos os 50 estados e em todo o mundo.

 

Em 1989, ele escreveu The Man in the Mirror, um livro de marco que derramou de sua própria busca de significado, propósito e um relacionamento mais profundo com Deus. Com mais de 3.000.000 de cópias, este livro best-seller capturou os homens imaginação em todo o mundo, e foi selecionado como um dos 100 mais influentes livros cristãos do século XX. Ele escreveu 20 livros – seis dos quais têm sido aclamados pela crítica – e tem leitores em mais de 48 países.

 

Em 1991, Patrick fundou o Homem no Espelho com uma visão “para cada igreja de discipular cada homem.” Eles impactaram 12.000.000 homens através de 35.000 igrejas.O ministério está atualmente contratando Diretores de Área para ajudar as igrejas em suas regiões a discipular os homens de forma mais eficaz Eles quebraram os Estados Unidos em 330 regiões de 1.000 igrejas.

 

Através de sua fala e escrita ele é um incansável defensor dos homens, encorajando e inspirando-os a mudar suas vidas em Cristo. Ele escreveu mais de 750 artigos para ajudar homens e líderes, tem aparecido em várias centenas de programas de rádio e televisão, blogs quase diariamente e fala a homens diariamente através do programa de rádio The Man in the Mirror, realizado por mais de 700 estações em todo o país.

 

“O ministério do Homem no Espelho existe”, diz Patrick Morley, “em resposta às orações de todas aquelas esposas, mães e avós que há décadas rezam pelos homens em suas vidas”.

 

Patrick Morley graduou-se com honras da universidade da Florida central, que o selecionou para receber seu distintivo Alumnus concessão em 1984. Ganhou um PhD na gerência e terminou estudos de pós-graduação na escola de negócio de Harvard e na universidade de Oxford, e graduou-se de Reformed Seminário Teológico. Ele mora em Winter Park, FL, com sua esposa, Patsy. Eles têm dois filhos casados ​​e quatro netos.

A QUESTÃO DE OURO QUE PODE AJUDÁ-LO A SER MAIS EVANGELÍSTICO

0c8bfdd29bf5c524bc768d4516955fdc-600x316

Ao longo de quatro décadas, perguntei a vários milhares de homens uma pergunta de ouro sobre si mesmos. Todos têm estado ansiosos para responder. Na verdade, não era, mas, tanto quanto me lembro, todos sempre respondem. É praticamente uma pergunta perfeita.

Por quê?

Talvez porque, quem não quer falar sobre si mesmo? E sem dúvida, uma grande parte disso é que quando eu pergunto eu tenho um sorriso não-ameaçador e que não julga no meu rosto, as pessoas podem realmente sentir que eu sou sincero, realmente quero uma resposta, e dou sinais de quero uma resposta: A) longa e b) resposta “real”.

Às vezes eu converso bastante com eles, mas geralmente é depois que eu pergunto o que eles fazem no trabalho e se eles têm uma família. Para manter aquelas conversas curtas, eu não faço muitas perguntas de acompanhamento.

Então eu faço a Questão Dourada, “Onde você está em sua jornada espiritual?”

É tão bom porque todos contribuem com algum pensamento. Eu não o uso como um “truque.” Eu realmente quero saber. Invariavelmente eles dizem algo que eu tenho sido por mim mesmo. Então, ele se torna um diálogo. Eu nunca converso como se tivesse “todas as respostas”, porque eu realmente não acho que as tenho.

Depois de termos conversado e compartilhado várias coisas, e dependendo do que eles dizem e como o Espírito conduz, eu

  1. a) convido-os para o café da manhã, almoço ou café para falar mais;
  2. B) convido-os para nosso estudo bíblico ou igreja; Ou
  3. c) se eu acho que estamos conversando uma única vez, eu dou-lhes um livro. Na verdade, eu ofereço a todos um livro, mesmo que nunca volte a vê-los. E se alguém está claramente pronto para se tornar um cristão, eu lhes convido a se achegar a Cristo e passo a ajudá-los a orar a oração para pedir perdão e receber Jesus.

Às vezes é apenas uma semente no caminho rochoso. Mas geralmente é algo que têm dado diversos frutos. Acredito que várias centenas de vezes pessoas foram trazidas para mim porque o Senhor sabia que eu seria fiel para compartilhar o evangelho com eles, e eles receberam Cristo.

Em 1 Coríntios 4: 2 diz: “Agora, o que se requer desses encarregados é que devem ser encontrados fiel”. Então eu gosto de perguntar (o tempo todo sobre muitas coisas), “Como é que se parece o fiel?” Meu trabalho é ser fiel, não produzir um resultado particular.

Minha definição de evangelismo é simplesmente levar alguém até onde eles querem ir em direção a Jesus naquele momento. Essas duas últimas frases eliminam toda a pressão.

“Onde você está em sua jornada espiritual?” Você vai perguntar a uma pessoa que você se encontra nas próximas 24 horas esta pergunta?

Eu prevejo que você gostará d. E se ela capturar, ela dará uma nova dimensão ao seu ministério pessoal.

De Patrick Morley

Texto traduzido e publicado com a devida permissão do autor.