Arquivo da tag: Filmes

A mulher maravilha: uma heroína peculiar e inesperada

ugvwqhbxiwq

Suponha que existisse uma sociedade de guerreiras poderosas criadas com o propósito de proteger e salvar o mundo, comprometidas com os ideais de dever, serviço e justiça. Como seria? Mais especificamente, o que uma jovem poderia criar desde o nascimento em tal sociedade?
Ela se parece com Diana (Gal Gadot), uma valente princesa amazônica na nova Mulher Maravilha da DC. Testemunhando um acidente de avião ao largo da costa da ilha, onde vive, Diana resgata o piloto, Steve Trevor (Chris Pine), e aprende com ele que uma guerra está furiosa no mundo exterior. Ela está devastada quando essa guerra o segue até a ilha, o que resulta em alemãess matando sua amada tia e formadora, Antiope (Robin Wright).
Educada com histórias sobre Ares, o Deus maligno da guerra, Diana tem certeza de que este é o trabalho dele, então ela decide que sua missão é destruí-lo e acabar com a guerra. Apesar da oposição de sua mãe, Diana acompanha Steve para Londres e depois para a linha de frente na Primeira Guerra Mundial, onde sua inocência e seu forte senso de justiça a colocam em perigo, mesmo quando ela orienta e inspira todos a está por perto.
Saga de super-heróis
A maravilhosa mulher maravilha quebrou a marca de US $ 100 milhões no primeiro fim de semana, e com razão. A diretora Patty Jenkins criou uma história épica de super-heróis que estabelece um novo padrão no gênero e deixa filmes anteriores como Batman vs. Superman no pó … o que, enfrentamos isso, não era difícil de fazer. As façanhas da superpotência de Diana e múltiplas cenas de batalha são emocionantes e elaboradas, e a paleta de cores do filme é particularmente eficaz.

Mas o verdadeiro poder deste filme reside nos personagens e ideais que eles perseguem, independentemente do custo.
Nas mãos inteligentes de Jenkins e roteirista Allan Heinberg, Wonder Woman é conduzida por uma profunda compaixão, uma sensação quase inabalável de certo e errado e uma firme determinação de cumprir seu dever. Inicialmente ela vê tudo em preto e branco: a guerra matou milhões e pode matar ainda mais; Assume-se que as amazonas protegem as pessoas; então ela deve parar a guerra.

Então ela e Steve juntaram uma equipe desigual para ajudar a destruir uma fábrica de gás venenoso, e as visões simplistas de Diana parecem ajudar a manter todos em trilha. O menor aviso ou sugestão de que nada pode ser feito para ajudar as vítimas inocentes a enfurece e, em um caso, leva-a diretamente à “terra de ninguém”, para enfrentar o fogo alemão em sua fantasia icônica.
Heroína inesperada

É importante observar como os bons do filme não só aceitam Diana rapidamente, mas também confiam e dependem de Diana. Esse retrato do relacionamento de Diana com os personagens em torno dela oferece uma resposta firme e direta a cineastas, críticos e “líderes de pensamento” que professam estar terrivelmente confusos sobre o que as mulheres realmente querem em uma heroína.

Como o escritora e ensaísta cristã, Dorothy L. Sayers, escreveu uma vez em um ensaio intitulado Are Women Human: “O que pedimos é ser indivíduos humanos, peculiares e inesperados”.
Deixe de lado a questão do que vemos e esperamos das mulheres na vida real. Se postularmos um mundo de superpotências e heróis de fantasia, não é razoável querer ver o que uma mulher faria nesse papel, e como ela poderia usar seus próprios presentes “peculiares” e “inesperados” como mais do que um interesse amoroso ou um personagem de apoio .
O que as mulheres não pedem – pelo menos, aquelas de nós que valorizamos e respeitamos ambos os sexos conforme projetado e feito por Deus – é que os homens sejam denegridos para permitir que isso aconteça. Aqui novamente, o filme faz um trabalho admirável. Wonder Woman não significa que as mulheres são incorruptíveis; Um dos piores vilões, um cientista louco conhecido como Dr. Veneno, é uma mulher (Elena Anaya). Nem dizer que todos os homens são corruptos. Diana tem algumas coisas para aprender, e é uma das grandes forças do filme: que os homens à sua volta tenham a oportunidade de ajudá-la a aprender essas coisas.

Steve, em particular, tem um relacionamento igual com ela. Ele é arrogante e despreocupado, mas tem paixão por salvar vidas e vê em Diana a mesma paixão. Ele tenta protegê-la até que (rapidamente) descubra que ela não precisa de proteção. Então ele não perde tempo se preocupando com seus poderes superiores, mas simplesmente o recebe, como se ele fosse um presente para sua causa. Os dois confrontam a estratégia e ocasionalmente sobre diferenças profundas subjacentes a suas convicções, mas seu respeito mútuo e objetivo comum permanece forte. Até mesmo o seu crescente romance não interfere no caminho de uma relação de trabalho sólida. (Em uma cena, uma relação é sugerida dentro de uma sala, mas nada é mostrado exceto um beijo, enquanto ambos os personagens estão totalmente vestidos).
Uma batalha dos sexos?
Há muito discurso moderno sobre os papéis dos homens e das mulheres, mesmo nos círculos cristãos, onde a batalha dos sexos é mostrada apenas: uma batalha na qual um sexo deve perder. Tanto o empoderamento das mulheres denigrem os homens quanto o empoderamento dos homens denigrem as mulheres.

Como cristãos, reconhecemos que isso é um falso dilema. Recentemente, em Mulher Maravilha, este falso dilema também é reconhecido. O filme de Jenkins aprecia e eleva homens e mulheres.

Diana deseja redimir até as pessoas mais malignas, como quando ela oferece ajuda a um oficial alemão para se livrar do controle de Ares, algo que nem sequer ocorre com seus companheiros. Mas quando Diana finalmente se cansa da corrupção dos seres humanos e está prestes a abandoná-los, Steve a leva a uma compreensão mais profunda do valor da humanidade, apesar da nossa corrupção.
As sequências de ação são fantásticas, mas, em última análise, elas são secundárias para mim. O que é memorável sobre esta versão da Wonder Woman é que as mulheres e os homens têm algo a oferecer para o bem maior e que ajudar uns aos outros apenas os torna mais fortes.
Originalmente publicado na The Gospel Coalition.

Autora

Gina Dalfonzo é autora de One by One: Welcoming Singles in Your Church (Baker, 2017) e editora do BreakPoint.org e Dickensblog.

Link do artigo original em espanhol

https://www.thegospelcoalition.org/coalicion/article/la-mujer-maravilla-una-heroina-peculiar-e-inesperada

Anúncios

10 Perguntas que os cristãos devem fazer sobre o entretenimento

familiaTV

“Mas, alguém vai dizer, não deveríamos ter entretenimento? Sim, apenas a diversão que você pode realizar com o temor de Deus. Faça o que Jesus teria feito “. Charles Spurgeon
Vivemos em uma época de entretenimento sem precedentes. O americano médio gasta mais de 10 horas por dia na frente de uma tela.
Nunca antes tínhamos tantas opções de programas de TV, filmes, música, blogs, redes sociais e livros disponíveis através de diferentes mídias (TV, internet, Netflix, etc.). Como podemos garantir que seguimos fielmente Cristo nesta nova era de entretenimento?
O discernimento sobre o que consumimos na mídia precisa mais do que simplesmente dizer: não devemos ver violência ou sexualidade excessiva (o que é verdade). Precisamos entender os efeitos complexos, e muitas vezes sutis, da mídia em nossas vidas.

Deixe-me ser o primeiro a dizer que estou fascinado com os diferentes tipos de mídia digital, e é de grande benefício espiritual pensar neles à luz das Escrituras. Meu objetivo com esta simples lista é ajudá-lo a pensar mais biblicamente sobre o que você consome. Ao ler, pergunte ao Senhor se há algo que Ele quer que você mude para tirar o máximo proveito da sua vida curta.

1. Suas escolhas de entretenimento agregam valor à sua vida?

Para os cristãos, o consumo na mídia pode variar de ser uma diversão inofensiva e uma ferramenta para construir relacionamentos, para se tornar uma máquina de ídolos que faz você desperdiçar sua vida e sua eficácia para o Senhor. Pense em como o entretenimento ajuda você a alcançar os propósitos de Deus para você durante este estágio da vida terrena. Que coisa valiosa faltaria se você nunca voltasse a ligar sua TV ou se você eliminasse as aplicações que mais o distraem?
2. Quais desejos são cultivados em seu coração com suas escolhas de entretenimento?
Como o entretenimento afeta seus desejos em relação a Deus? Se eu não sou intencional, meu consumo da mídia cultivará desejos pecaminosos.

Uma vez, na casa de um amigo da escola, vimos um filme que não esperava ser tão ousado e lúcido, e lembro que depois me senti afastado de Deus. Notei que alguns dos meus desejos mudaram depois de assistir o filme. Já não queria mais orar ou ler a Palavra como antes. Minha carne ansiava pela luxúria que vi no filme, e eu tive que confessar meu pecado a Deus e alimentar-me da Sua Palavra para renovar a minha mente (Ro 12: 2). É muito provável que meu exemplo não seja completamente estranho para você. O Salmo 1 descreve aquela pessoa abençoada como aquela que constantemente medita na Palavra de Deus e não pára no caminho dos pecadores. Naquela noite, quando eu estava na casa de meu amigo, sentado no sofá, eu estava no caminho dos pecadores, enquanto as mensagens pervertidas do filme alimentaram sutilmente meus desejos.

No entanto, devo dizer que nem todas as opções de entretenimento terão os mesmos efeitos. Podemos nos treinar, durante o momento de mais entretenimentos “neutros”, para voltar nosso olhar ao Senhor em adoração e refletir sobre o entretenimento através da lente do evangelho. Aqui estão quatro perguntas que podem ajudá-lo a fazer isso:

• Como isso reflete a beleza e a bondade da criação de Deus?
• Como isso reflete o pecado da humanidade?
• Como isso reflete nossa necessidade de um Salvador que muda nossos corações?
• Como isso pode aprofundar a nossa saudade de restauração, paz e plenitude da vida, que vamos desfrutar por toda a eternidade?
3. Você gasta mais tempo queixando-se do mal do entretenimento do que você ora para as pessoas que o produzem?

O entretenimento é cheio de bobagens, sensacionalismo e pecaminosidade. A tentação de queixar-se sobre as ações tontas e perversas que as pessoas fazem pode ser muito forte, ao invés de ver essas ações como provenientes de um pecador que precisa de um Salvador. Em vez de reclamar, ore pela salvação daqueles que você poderia facilmente criticar (1 Timóteo 2: 1-4).
4. O meu consumo de entretenimento me ajuda a aproveitar o tempo, nesses dias ruins (Efésios 5:16)?
Kent Hughes escreve em Disciplinas de um Homem de Deus: “É impossível para qualquer cristão ter uma mente cristã quando ele passa a maior parte de suas noites, mês a mês, semana a semana e dia a dia, assistindo as principais redes de televisão contemporâneas ou vídeos … Um programa mental bíblico não pode coexistir com a programação mundana “.

Se o mundo comparou seus hábitos de entretenimento com o seu hábito de buscar Deus através da oração e da leitura da Bíblia, o que você veria como o mais importante em sua vida? A vida é como uma respiração e, como grama que desaparece rapidamente. Não deixe as coisas fáceis na vida roubá-lo da coisa mais valiosa.
5. Gostaria que meus hábitos de entretenimento fossem imitados por meus filhos (ou por aqueles que lidero)?

Se você é um dos pais, ou um líder de qualquer tipo, tenha cuidado para transmitir seus maus hábitos para a próxima geração. Você também é susceptível de permitir que seus filhos sejam discipulados pelo entretenimento e se tornem amantes materialistas de prazer, com corações chatos para a verdade espiritual. Tente transmitir um exemplo piedoso do seu consumo de entretenimento.

6. O que glorifica esse entretenimento?

Cada artista tem valores e aqueles que entretém promovem seus valores através do que produzem. Muitas vezes, seus valores são puramente financeiros; o que significa que eles são capazes de fazer o que quer que venda. Muito poucas vezes os valores cristãos, como sabedoria, integridade, temor de Deus ou a exaltação de Jesus Cristo, têm tempo no ar. Portanto, devemos nos perguntar: quais valores esse ou aquele programa de televisão, ou filme, promovem? Se não analisarmos isso, os desejos de nosso coração serão deformados e removidos das Escrituras.
7. A TV faz minhas fofocas maiores?

As fofocas são de diferentes maneiras, para diferentes pessoas. As fofocas, para muitas mulheres, podiam ser vistas como criticando o peso de uma atriz, ou o que estavam vestindo numa cerimônia de premiação. Para os homens que provocam o culto das celebridades, eles podem não perceber que eles provavelmente fazem o mesmo com atletas, louvando ou criticando-os. Não conhecer alguém pessoalmente não significa que somos livres para torná-los alvo de nossa fofoca.

“Não deixe a palavra maligna sair da sua boca, mas somente o que é bom para construir, de acordo com a necessidade da hora, para que ele ensine graça aos que ouvem”. Efésios 4:29.

8. O que você está mais disposto a comprometer: suas crenças cristãs ou suas opções de entretenimento?
Novamente, isso não significa que todo o entretenimento é completamente errado, mas essa questão deve ajudar a desmascarar um ídolo, se ele existir. Tenha cuidado se você costuma encontrar-se dizendo, ou pensando: “Eu sei que, como cristão, eu não deveria ver ______, mas …”. Isso pode ser um sinal de que você ama o entretenimento mais do que Deus.

9. Que entretenimento você sacrificaria para ter uma vida que honra mais a Deus?
Minha esposa e eu decidimos viver sem TV a cabo, portanto, é muito raro ver algo na televisão. Isso nos ajuda não só a economizar dinheiro, mas também a gerenciar nosso tempo para que não seja absorvido por espetáculos (ou jogos) que não agregam nada de valor às nossas vidas. Também escolho não ter aplicativos do Facebook ou do Twitter instalados no meu telefone, para lutar contra outra tentação para perder tempo. Menos é mais, e a vida é mais completa quando fazemos os sacrifícios certos para honrar a Deus.

10. Suas opções de entretenimento ajudam a cumprir com o que Deus te chamou para fazer nesta vida?
O entretenimento bem usado pode servir um grande propósito: ajudar a desfrutar da vida que Deus nos deu, alcançar os que amamos e ter uma melhor compreensão do mundo complexo em que vivemos. Mas também pode nos distrair da nossa chamada dada por Deus.
Se o seu entretenimento é apenas um consumo passivo e não o motiva a criar ou pensar mais profundamente, suas opções de entretenimento não são saudáveis. Se o “companheirismo” de entretenimento é a base principal de seus relacionamentos, suas opções de entretenimento não são saudáveis.
Deus quer mais de nós, não apenas se divertindo até a morte (emprestado de Neil Postman). Ele quer ser o nosso maior deleite. Ele quer uma semelhança maior com Cristo e uma vida abundante para seus filhos. Ele quer nos guiar e nos guiar com a voz suave e delicada. Esta escutando?

Minha oração é que o Senhor use essas perguntas simples para moldar sua mente e coração, e assim amá-Lo mais em tudo o que você faz.

 

Postado originalmente por Kevin Halloran.

Kevin Halloran trabalha com Leadership Resources International na equipe de treinamento da América Latina pastores como pregar a palavra de Deus com o coração de Deus. Ele também atua no ministério hispânico de The Orchard – Arlington Heights, nos subúrbios de Chicago, IL. Você pode encontrá-lo em seu blog pessoal, onde ele escreve semanalmente sobre temas centrados no evangelho e segui-lo no Facebook e no Twitter.

Link do artigo Original em Espanhol/Inglês

https://www.thegospelcoalition.org/coalicion/article/10-preguntas-que-los-cristianos-deberiamos-hacernos-sobre-el-entretenimiento

 

 

Sobre o Tráfico de Seres Humanos

2770764780-filme-prisioneiras-nunca-mais

O tráfico de seres humanos é uma triste realidade que existe desde muito tempo atrás e continua mesmo nos dias atuais. Ocorrendo principalmente na Europa e Ásia, mas também em diversos países do mundo. Inclusive, ocorre aqui no Brasil em muitas estradas, rodovias e cidades do interior.

O Tráfico de Seres Humanos (TSH) é um crime contra a liberdade pessoal, que afecta milhões de pessoas em todo o mundo. Envolve a movimentação de pessoas entre fronteiras internacionais ou dentro de um mesmo país, com o objectivo de as sujeitar a diversos tipos de exploração.

Nesse primeiro artigo sobre esse tema lamentável, gostaria de recomendar 3 filmes que me ajudaram a entender e conhecer um pouco mais e melhor essa difícil questão que tem destruído vidas em todo o mundo, inclusive em nosso País.

Assista, Reflita, Compartilhe e, mais do que tudo busque cuidar e proteger mais ainda sua família. Bem como ajudar para que esse mal tão atual em nossos dias, seja enfrentado, combatido e eliminado.

Recomendo os seguintes filmes:
– Priceless
Você pode encontrar na internet, porém estará legendado.
http://www.pricelessmovement.com/

– Prisioneiras Nunca Mais
Disponível no Youtube (Dublado), nos seguintes Links

– Antes que seja Tarde
Disponível no Youtube (Dublado), nos seguintes Link:

 

Nesses filmes além de saber um pouco mais, você poderá entender como ocorre o processo do tráfico de seres humanos (TSH), bem como perceber que o alvo desses traficantes são crianças, adolescentes e mulheres.

As vítimas são justamente quem não pode se proteger e defender-se. E quem deve e pode defendá-las, proteger e lutar por suas vidas?

A resposta de Deus para esse mal e tantos outros que tem destruído milhões de vidas em todo o mundo é exatamente – Você, Homem!

Nós homens somos o problema, NÓS SOMOS O PLANO E A SOLUÇÃO DE DEUS EM CRISTO JESUS.

 

Em Cristo Jesus,
Filipe Paulo Christian

Links para se aprofundar mais sobre esse tema:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Tr%C3%A1fico_de_pessoas
http://www.infojovem.org.br/infopedia/descubra-e-aprenda/cultura-de-paz/trafico-de-seres-humanos/
http://www.justica.gov.br/sua-seguranca/seguranca-publica/senasp-1/trafico-de-seres-humanos
http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2016-10-20/trafico-humano.html

Dicas de Livros/Filmes para Políticos Cristãos

amazinggrace13ehiwernj

Texto-Bíblico: Jeremias 29:1-19

Louvo ao Senhor por podermos desfrutar de liberdade tal, que podemos cultuar ao Senhor livre e publicamente em nossa nação. Bem como podemos (e devemos) participar e se envolver com a vida pública.

Porém e infelizmente, temos duas realidade que podemos ver em muitos (se não  a maioria) dos políticos cristãos, ou eles são pessoas que ainda não se converteram a Cristo e usam da boa fé dos nossos irmãos. Ou são verdadeiros cristãos, porém, sem o devido preparo para a lidar com a vida política, seja nas esferas municipal, estadual ou federal/nacional.

Com o objetivo de poder ajudar ao segundo grupo – com cristãos sinceros que se sentem chamados a carreira pública/política, estou elaborando alguns artigos que podem servir como dicas para se prepararem melhor a fim de viver de maneira plena o que o profeta jeremias disse aos seus contemporâneos:

“Busquem a prosperidade da cidade para a qual eu os deportei e orem ao Senhor em favor dela, porque a prosperidade de vocês depende da prosperidade dela” (Jeremias 29:7).

Recomendo que leiam todo o capítulo 29, e meditem a respeito da mensagem de jeremias aos exilados.

Políticos cristãos devem estar bem preparados e experimentados para exercerem bem as suas funções e deveres para com toda a sociedade. E não somente para com os seus irmãos na fé. Mas nossa maneira de fazer política deve ser baseada e vivenciada através de uma cosmovisão bíblica-cristã.

Para tanto, trago dicas de livros e filme que tratam direta e indiretamente sobre os assuntos política, cristianismo, cosmovisão cristã, cultura, vida em sociedade, etc.

Livros:

– O cristão em um sociedade não cristã. De Jonh Stott;

– Política segundo a Bíblia. Wayne Grudem. Editora Vida Nova;

– Economia e Política na Cosmovisão Cristã. Wayne Grudem e Barry Asmus. Ed. Vida Nova;

– Visões e Ilusões Políticas. David T. Koyzis. Ed. Vida Nova;

– A Pobreza das Nações. Wayne Grudem e Barry Asmus. Ed. Vida Nova;

– Religião e Política, SIM. Igreja e Estado, Não. Paul Freston. Ed. Ultimato;

– Mentalidade Cristã. Jonh Stott;

– Os Cristãos e os desafios contemporâneos. Jonh Stott;

– A missão cristã no mundo moderno. Jonh Stott;

– O Cristão na cultura de hoje. Charles Colson e Nancy Pearcy. Ed. Cpad;

– Contra a Idolatria do Estado – O papel do cristão na política. Franklin Ferreira. Edit. Vida Nova;

– A Morte da Razão. De Francis Schaeffer;

– Poluição e a morte do homem – Uma perspectiva cristã sobre ecologia. De francis Schaeffer;

 

E filmes…

– Jornada Pela Liberdade (2006) esse filme aborda a vida do político cristão William Wilberforce na sua luta contra a escravidão na Inglaterra;

– A Jornada (2002) Nesse filme de ficção com temática cristã, vemos a jornada de um professor de seminário cristão do passado até os dias atuais para se deparar com uma sociedade e mundo sem moral e com uma ética corrompida, inclusive dentro da igreja;

– O diabo no banco dos réus. A Lição que esse filme nos traz é que o diabo não é o grande culpado dos problemas humanos e, sim nós mesmos. Já que tudo começou com adão e eva, continuando até os dias atuais;

– Redenção (Machine Gun Preacher) baseado em fatos reais, mostra a luta de um homem buscando justiça, bem como proteger os mais fracos, bem como servir a uma nação africana.

– Corajosos. É um filme cristão voltado para a família. Mais que aborda várias questões que estão relacionados direta e indiretamente com a formação de um homem cristão ou não. Vale a pena assistir e refletir sobre cada assunto tratado no filme.

– Um homem entre os gigantes. Baseado em fatos reais e tendo o principal personagem interpretado pelo o excelente ator Will Smith. Esse filme mostra a luta de um homem contra os poderosos do futebol americano.

 

Conheça melhor o conteúdo de bons autores, pregadores e sites para ler, ouvir e acompanhar: Jonh Stott, Wayne Grudem, Charles Colson, Franklin Ferreira; Sites, como o Voltemos ao Evangelho e o The Coalition Gospel.

 

Em Cristo Jesus,

Filipe Paulo Christian

 

Perigos que cercam nossas mulheres

prova_de_fogo

Texto-Bíblico: Efésios 5:22-33

Atualmente, os perigos que cercam e militam contra nossas famílias são imensos e os mais variados. Especialmente, perigos que visam atingir de forma direta ou indireta as nossas mulheres e crianças. Quanto as crianças, iremos tratar em artigos posteriores. Nesse vamos focar nas mulheres, especialmente por dia 8 desse mês, ser comemorado o dia internacional da mulher.
Quando penso em minha esposa e tantas outras mulheres, lembro de uma pequeno texto que já ouvi bastante: “Por que a mulher foi criada a partir da costela de Adão? Porque a costela fica perto do coração para ser amada. Da costela, para estar ao lado do homem, nem a frente, nem atrás. E da costela, por estar debaixo do braço, para poder ser protegida pelo Homem”.
As mulheres com toda a certeza foram e são um dos melhores presentes que Deus nos concedeu, desde nossas mães, irmãs, primas, tias, avó, amigas e também filhas. Ter a presença feminina em casa é ter sempre a certeza de cuidado, afeto, alegria, conversa, família e amigos, sair da rotina, ser desafiado a melhorar, tudo isso e muito mais que elas trazem consigo e nelas mesmas.
Contudo, elas correm os mais diversos e constantes perigos contra suas vidas, desde a atingir o físico, abalar o emocional, arruinar o financeiro, ferir a vida amorosa, distanciá-la da comunhão com Deus e por ai vai as áreas que são atacadas na vida delas.

Mais que perigos são esses, aos quais elas estão sujeitas todos os dias e cada vez mais?
Não pretendo estender muito a lista de perigos, vou abordar alguns e as maneiras pelas quais podemos cuidar e protege-las. Pois é nossa missão como homens proteger nossas amadas e, não somente prover o sustento da casa. Vejamos :

– Movimentos Ideológicos
Muitos movimentos atuais dizendo levantar a bandeira de lutar pelas mulheres, acabam lutando contra a dignidade, liberdade e feminilidade das próprias mulheres. Temos como exemplo os movimentos feministas atuais, que ao contrário do seu início no qual realmente se lutava por coisas justas e também devida as mulheres (direito a votar, salários iguais, acesso à educação, etc), hoje em dia já não sabemos pelo o quê lutam mais.
Basta ver as recentes polêmicas envolvendo a esposa do presidente michel temer (bela, recatada e do lar), além de criticar duramente mulheres famosas que não levantam a bandeira do feminismo (ex. a cantora marília mendonça).

Movimentos ideológicos como esses, prestam um verdadeiro desserviço as mulheres ao distanciá-las ou mesmo influenciá-las a rejeitar a sua própria identidade, vocação e dignidade como mulher.

Tanto homens, quanto mulheres foram criados por Deus com semelhanças, mas também com funções e características totalmente distintas. Visando que um complemente o outro e, vice-versa. E o feminismo moderno distorce o significado do que é de fato ser mulher, além de levantar bandeiras de ideais totalmente contrários as próprias mulheres e outros que nada tem haver com as mulheres e seus direitos.
*Recomendo a leitura do Livro Sexo Privilegiado, de Martin Van Creveld, da Editora Ediouro.

Dedique tempo para realizar cultos domésticos, discipule sua esposa e filhos e ore por eles constantemente. Além de incentivar sua esposa e filhas a participarem de programações cristãs que as ensinem e reforcem os valores e preceitos do Reino de Deus, onde elas podem e com certeza encontrarão a plenitude de sua feminilidade, do que significa ser mulher, bem como as alegrias e bênçãos dadas por Deus exclusivamente as mulheres.

– Novelas
Em nosso país, praticamente todas as mulheres gostam, conversam, assistem e anseiam pelo o momento de assistir as suas novelas favoritas. Só tem um porém: se elas retratam a vida real, o que elas (as novelas) mais enfatizam e ensinam?
Muitos escritores e produtores de novelas, especialmente a Rede Globo de Televisão, na falsa desculpa de que as novelas retratam somente a realidade da sociedade atual. Se dedicam a enfatizar e destacar personagens que fazem coisas contrarias as Escrituras Sagradas, bem como destrutivas as nossas famílias.

Não tem um capítulo em uma novela da rede globo, em que não vejamos algo de maligno, como por exemplo: traição, divórcio, a prática homossexual, cenas de sexo ou nudez bastante explicíta, ideologias falaciosas, críticas aos evangélicos, etc. As novelas são uma forma de doutrinar (ou ensinar, influenciar), ou seja, de moldar a maneira de pensar e agir das pessoas. Especialmente as mulheres, que são o alvo fácil desse estratagema maligno.

Proteja seu lar desses tipos de conteúdos que militam contra o seu casamento e família. Invista em tempo juntos, em lazer, programações da igreja ou mesmo com os amigos, assistir bons filmes ou ler livros, etc.

– Filmes e Livros
A estratégia do diabo não mudou, porque nós não mudamos, só pioramos cada vez mais com o passar dos séculos desde a queda do homem. Ele ainda consegue seduzir e enganar milhões de pessoas através do seu comércio de palavras e ao mostrar coisas sedutoras para homens e mulheres.
Livros e filmes, como ’50 tons de cinza’ conseguem acertar em cheio os corações e mentes das mulheres. Porém, enchendo suas vidas de mentiras e entulhos que só roubam a alegria, prazer e felicidade verdadeiras em se viver uma sexualidade saudável, matando-as pouco a pouco com uma ilusão diabólica e doentia, como podemos ficar cientes acerca de livros e filmes desse tipo.

Nossas mulheres precisam ser alimentar da verdade bíblica acerca da sexualidade. Investindo seu tempo na leitura bíblica (Cantares de Salomão e Provérbios, que tratam diretamente sobre sexualidade), bem como de livros cristãos específicos sobre sexualidade.

E também se faz necessário, a participação delas em grupos de discipulado cristãos com mulheres maduras e experientes, para poderem conversar abertamente sobre as mais diversas questões que permeia seus corações de acordo com uma perspectiva bíblica-cristã.

*Recomendo sugerir e assistir junto com sua esposa, o programa Sem Tabus e Consultório de Família (Ambos apresentados por Darleide Alves ), da TV Novo Tempo . São excelentes pois tratam de uma maneira bíblica, cristã e madura sobre cada assunto relacionado a sexualidade e família.

– Amizades (Provérbios 13:20)
Tanto homens, quanto mulheres são afetados imensamente por suas amizades. Por isso é muito importante, sabermos escolher bem com quem teremos amizade ou não. E mais ainda quem vai participar do convívio em nosso lar e círculo intimo de amigos.
Pois como diz o ditado: “Diz-me com quem andas e, te direi quem és”. As mulheres são facilmente afetadas ou influenciadas pelas amizades que tem, já que por natureza são bastante sociáveis, principalmente com outras mulheres.

Quem são as amigas de sua esposa? São mulheres mais maduras que ela? Ou são mulheres de conduta duvidosa? Sensatas e Dedicadas? Ou Fofoqueiras e críticas?
Normalmente é com as amigas que elas compartilham diversas coisas da sua vida, inclusive suas lutas e dificuldades. O tipo de amigas com quem ela for compartilhar suas dificuldades, vai definir ou determinar suas escolhas e atitudes.

Incentive sua esposa a buscar, ter e manter amizade com mulheres cristãs, maduras e experientes. Com mulheres que igualmente se incentivem ao crescimento espiritual, pessoal e profissional. Que sejam mulheres fiéis aos seus maridos e amem suas famílias.

– Falta da devida dedicação e atenção á elas, por nossa parte.
Esse é o principal perigo e erro, especialmente por vim de nossa parte. Aqueles que deveriam liderar, proteger, prover e cuidar em amor e coragem, tem se omitido ou abandonado suas responsabilidades e deveres conjugais e como homem da casa.

Após o casamento, um homem traz uma mulher aos seus cuidados e convívio. Cabendo a cada um de nós, o devido cuidado e amor para com elas, ou por assim dizer zelo no que lhe pertence, assim como você pertence a ela.

Como diz uma frase: “Quem não dá assistência, abre mão pra concorrência e perde a preferência”. E isso pode ser desde ela focar somente nos filhos a atenção dela ou na carreira até a triste realidade da traição e adultério. Claro que certos pecados ou erros cometidos por elas acontecem sem serem por nossa causa ou descuido com elas.
Mais em sua grande maioria, vários problemas podem acontecer ao seu casamento e família por seu descuido e falta de cuidado com sua esposa.

Todos os pontos anteriores dependem desse ponto. Por isso comece a dedicar hoje, tempo e atenção para a pessoa que merece e deve ter a devida dedicação e atenção de sua parte em amor por ela. Desenvolva esse cuidado, conversando com ela e procurando saber como foi o seu dia, como ela está, etc; Ajudando nas tarefas domésticas, saindo para passear a dois, etc.

Nesse mês das mulheres, deixo como reflexão e pontos a serem observados por nós homens, cada um desses acima. Que possamos amar e cuidar de nossas esposas, hoje, amanhã, na próxima semana, mês e todos os dias que o Senhor nos conceder.

Em Cristo Jesus,
Filipe Paulo Christian